Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O cubo e suas cores.


O cubo da volta em cores que nâo se encaixam
e as horas nâo perdoam meus insultos.
De todas as formas e cores os mundos passam
e o que restam deles sâo incognitos vultos.

Sombras de tudo o que um dia pensamos ser.
Tudo o que o destino nâo fez questâo de ajudar.
Sobras do que sonhamos e nâo conseguimos ter.
Tudo  aquilo que nosso povo cansou de rezar.

Com as mâos ao alto e o olhar baixo implorando,
vezes inumeras vimos nossos filhos a morrer.
Matando pelo Deus que nos mesmos inventamos
para lutar contra nossos medos de viver.

Quantas vezes meus olhos choraram
o rio espumoso do mar desviado ?
Quantos comigo sonharam
que algum dia tudo isso seria pasado ?
 
                                           Luiz
luiz gomez
Enviado por luiz gomez em 18/11/2007
Código do texto: T741677

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luiz gomez
Chile, 28 anos
46 textos (1165 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 19:07)