Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O menino de Sete Cabeça

Nasce no Jacarandá, lá no sítio,
O menino de Clara e Alípio.
Como era muito miudinho,
A mãe logo apelidou de Ratinho.

O Padre Bastiao, disse que era um bichinho,
Isso não é gente, e sim um Cachorrinho.
-Vamos esperar 3 dias, se não latir ou miar,
Prometo a todos, que vamos batizar.

Aos 3 anos foi para a cidade, e como era gordinho,
O vizinho lógo chamou de Porquinho.
Na escola, êle era o mascote da Mara,
E a criançada apelidou de Capivara.

Na banda, êle era um musico quietinho,
Como tinha cabelo amarelinho, ficou Carneirinho.
O Bispo apelidou de bicho Preguiça,
O menino dormia no ensaio e na missa.

Aos 10 anos , foi salvar filhotes do Bartolomeu,
Sofreu uma grande queda e morreu,
A cidade chorou a perda do coitadinho,
E daquele dia, virou  o menino Passarinho.

Se você um dia, visitar o cemitério de Palmital,
E na tumba sete, ver passaro e animal.
Não se assuste, alí esta sepultado Orione Provessa,
O Menino de Sete Cabeça.
Bossi
Enviado por Bossi em 19/11/2007
Código do texto: T743863
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bossi
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
100 textos (9808 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 03:43)
Bossi