Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tempo e Utopia

era uma menina tão bela
e era toda sentimento

que pouco lhe pude e tive
e já então se partia.

foi-se, não coube
na diagonal deste tempo.

não retive-lhe a fronte esplêndida
em claro mármor cingida.

não lhe sei como Ana
inda até se Maria.

foi-se a moça tão bela
se apresentou noite fria.

foi-se todo o meu cálice
e meu nada, por nada ficou.

foi-se a donzela do tempo
em galope presto

que a golpe de vista
deu-se a notar.

no Pegaso ela rompia
por sobre o oceano mar

musa clara da agonia.
na seda de seu alforge

levou-me a esperança.
do meu coração de criança.

e da minha poesia
debandou-se a utopia.


RicardoSReis
Enviado por RicardoSReis em 20/11/2007
Reeditado em 19/04/2008
Código do texto: T744283
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
RicardoSReis
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
25 textos (921 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/12/17 12:42)
RicardoSReis