Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desejo

Desejo, desejo infindo
Desejo que me consome
Desejo de fazer algo
Não posso dizer o nome
Desejo que assusta, que apavora
Desejo a toda hora
Ora,ora
Diga: controla-se
Digo: importa-se?
Claro, você é meu desejo
Mas não é desejo puro, bonito,
apaixonante
É algo ruim,pior,
apavorante
Não posso falar
Não posso dizer
Pois meu desejo
Tem a ver com você
Ah, desejo
Desejo arrepiante
É algo tão sombrio...
Nem posso dizer o nome
Você nunca vai saber,
nem adivinhar
qual o meu desejo
Pode até tentar
Mas vai desistir,
E te aconselho
Não tente acertar
Não tente entender,
As coisas que sinto
Vão assustar você
Tente aceitar
Não tente estender,
É um conselho que dou pra você
Sou um enigma
Sou uma sombra
Sou um bicho
Que ronda e ronda
Sou uma coisa estranha
Uma coisa louca,
Uma coisa muita
E como tal, não digo nada
Meu lábios são uma tumba
Crystal
Enviado por Crystal em 21/11/2007
Código do texto: T746493
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Crystal
São Luís - Maranhão - Brasil, 28 anos
81 textos (2715 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 04:52)
Crystal