Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENSAIOS ENSANDECIDOS

Vou lhe encontrar
Em teu espaço
Vou de nau
Vou de cometa
E as loucuras que cometa
Você deve relevar
É que você tão distante
E me desatina
Tua estelar retina
Linda estrela
É o amanhã do alvorecer
Estrela D’alva
Estrela d’água
És mensageira
Desse argonauta errante
Que vai a Cólquida em um instante
E a aventura não é passageira
Tu és um sonho
Estelar Velo de Oiro
Meu brinquedo
Meu tesouro
Na nau Argos vou lhe embarcar
E com uma rede de luz do teu olhar
Envolverei tua via láctea
Brincarei com tua estrela cadente
Explorarei teus satélites naturais
Penetrarei em teu universo
Até não haver mais volta
E eu
Já completamente seu

Leilson Leão

 
Leilson Leão
Enviado por Leilson Leão em 24/11/2007
Código do texto: T750942
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Leilson Leão
Euclides da Cunha - Bahia - Brasil, 51 anos
950 textos (70485 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 02:51)
Leilson Leão