Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lamentos

Lamento.
Os sonhos esquecidos
Os projetos cancelados
Os ardores apaixonados, agora esquecidos.
Lamento os olhares que se desviaram
As juras de amor que cessaram
A amizade que se transformou.
Lamento.
Por todos os machucados
Pelos perdões não dados
Pela intolerância onde deveria estar o Amor.
Lamento os valores esquecidos,
O futuro destruido,
Lamento tanto dor.
Que existe por detrás das máscaras
Que continua invadindo tua casa
Que deveria ser morada do Senhor.
Lamento
As noites desertas
As discussões para saber qual opinião era a certa.
A tolice cega de quem não acreditou:
Que a paz é necessária,
Que a mágoa pode ser temporária,
Mas que permanente deve ser o clamor...
Para que a vida não se destrua
Para que o orgulho não te possua;
Para que em vez de frieza infinita
Vença a serenidade de uma mão amiga,
Que saiba resgatar o que estava perdido
Que saiba acolher quem esta´ferido
Que saiba realmente se doar.
Lamento que a escuridão te envolva
Que em você a esperança morra
Que não exista em ti reconciliação.
Lamento e choro,
Por saber a dor infinita
De perder, depois de muito lutar
Para enfim descobrir que o pior inimigo
Não era o outro, mas o enorme monstro
Que desejava me devorar...
Lamento por também ter permitido as derrotas
Por também ter fechado as portas
Quendo fui criada para destrancar.
Lamento, lamento, lamento...
Tanto  ter que lamentar.
 


gelbatere
Enviado por gelbatere em 24/11/2007
Código do texto: T751383

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
gelbatere
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil, 53 anos
64 textos (1457 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 11:12)
gelbatere