Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conversa. Há duas idéias.(Ela e Eu)

                                        ELA
      O silêncio não está na multidão,mas está na forma com que eu me calo...Não sei o que passou,como enfrentou,mas eu sei o que eu preciso fazer a cada dia para sobreviver,e encarar um novo caminho...No mesmo silêncio eu fui embora de Dourados
No mesmo silêncio eu cheguei em Campo Grande
No mesmo silêncio eu te vi embora do pensionato...A minha vida SEMPRE foi um silêncio.
Silêncio de respostas...E o silêncio grita em minha cabeça a muito tempo...Mesmo na multidão do teu amor...havia um silêncio que gritava em minha alma...Há tempos ele grita pela soneridade da vida...Hoje ainda neste silêncio,eu não escuto mais minha alma gritar
Ela consegue repousar. E vive na esperança deste dia chegar. Em que a musicalidade da vida entoará...E este dia eterno não acabará...


                                      EU

      No silêncio ou na multidão?
Eu ja diria q até na mulltidão sentirei sua falta, pois ja foi no silencio q eu me encontrei com vc, foi no silencio q eu me achei, foi no silencio q Deus falou comigo e na multidao a unica coisa q se escuta são os outros, porem até na multidão eu posso te ouvir!!!!!!
Eu até prefiro na multidão te ouvir, pois assim eu procuro alguma coisa pra me distrair e mais uma vez lançar um pouco de cinza no ar sem q vc ao menos sonhe q eu a cada dia me sufoco na tentativa estressante de tentar pensar em vc como alguem q foi especial na minha vida!!!!!!!!! É por esses e outros mtos motivos q eu preferiro a multidão ao inves do silencio...até pq a noite eh feita de falta de luz e SILENCIO, e pra mim esse silencio ultimamente tem gritado na minha kbça...e esse grito ja interferiu e prejudicou mta coisa na minha vida!!!
Miguel Arcanjo de Moraes
Enviado por Miguel Arcanjo de Moraes em 26/11/2007
Código do texto: T753084

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Arcanjo de Moraes
Corumbá - Mato Grosso do Sul - Brasil, 31 anos
6 textos (175 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 11:44)