Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um dia, sem demora!

E agora então tu mantém se calada
Finges que não tem fala
Nada sabes, nada, nada.

Enquanto a goela tremia
E a paixão aflorada por sua voz saia
Tu sabias, tu falavas!

Mas dá se o tempo
Vai se a hora
Tempo foge, relógio chora.

E como uma fada
Vai-se, corre...
Desfaz-se, vai se embora!

Ao invés de encanto
Entretanto, deixas um mundo a fora...
E em mim quem se escora?

Mudas o que pode
Carregas o que dá
Esqueces do que fui

Nem lembras do que há
Mas dá o se o tempo, vai se a hora...
Um dia, sem demora!


L Nissola
Enviado por L Nissola em 26/11/2007
Reeditado em 19/02/2008
Código do texto: T754190

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
L Nissola
Curitiba - Paraná - Brasil
65 textos (3869 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 06:23)
L Nissola