Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EMBARCAÇÕES...

Não sinto estrelas hoje.
Engulo um amargo de
dias estranhos...
O açucar do pote,
do "mote" da vida,está
diluido em goles pequenos,
momentos mágicos em que
borboletas me tocam...
O sal é constante.
Lágrima gritante,
mar... imensidão em mim.
Não sinto luas hoje.
O prateado da vida,tentou
um suicídio,ingeriu madrugadas
envenenadas,mãos que não
colheram amores...
Quero adormecer em
embarcações,sentir um
gosto  vivo de águas
divinas...
Quem sabe eu acorde
mas feliz,
parindo lágrimas em beijos
e bocas delirantes...



Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 29/11/2007
Código do texto: T757412

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 46 anos
1215 textos (60541 leituras)
47 áudios (3088 audições)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 00:58)
Luciane Lopes