Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Abismo

Não sei onde estou.
Mas estou perto do perigo!
Estou junto a um abismo,
Um abismo sem resguardos!
Daqueles que são profundos!
Mesmo que houvesse um resguardo, era perigoso.
Porquê haver abismos,
Tão profundos e tão perigosos!
Como posso eu sair de lá,
Se porventura cair?
Não sei!
Não faço ideia!
Uma coisa é certa!
Eu ando a brincar à beira deste abismo!
Eu tenho medo!
Mas, contínuo a brincar à sua volta!
Não haverá avisos sobre o perigo eminente?
Não! Esqueceram-se!
Mas uma coisa é certa!
Eu, mesmo sem os avisos,
Ainda brinco à sua volta!
Não quero cair, mas brinco!
Quero que dêem a mão,
Para eu sair de perto do perigo!
E quando eu sair,
Estarei curado!!!
E estarei Feliz!!!
Carlos Jorge Gomes Candan
Enviado por Carlos Jorge Gomes Candan em 29/11/2007
Código do texto: T758429

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Jorge Gomes Candan
Portugal
51 textos (1409 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 00:54)
Carlos Jorge Gomes Candan