Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CARÊNCIA

Minha carência é crônica!!!...
Como se antes de mim
Carregasse minh'alma este vazio,
Estafalta de abrigo, este precipício de infinito mar...
Minha carência é é tanta !!!...
Como se o tempo fosse estreito
Num largo espaço a estrangular o peito
Imensamente dorido que lateja a lamentar...
Minha carência é vasta!!!...
Como o céu dos astros a se distanciar
Perdida na ausência de mim mesma
Sem trilhos seguros ou rumo pra chegar...
Minha carência é tamanha!!!...
Como a solidão vasta e insana qu'emana
E s'expande em mim desde a infância, como herança
Em olhares de gelo e repreensão a me consumir...
Minha carência é tão larga!!!...
Como deserto ante o cego que se cala
Sem ter por onde se orientar a seguir
Num ocenao árido de dor sem fim...
Minha carência é tão longa!!!...
Como o infinito se prolonga
Sem determinar seu 'porque' dessa essência
numa gigantesca e devoradora onda
Abandonando-me distante de mim...
Minha carência é tão profunda
Como o vale abismal de agruras
Onde lágrimas são insuficientes e ocultas
Pra amenizar essa ferida rasgada sem cura
Em alguém que cresceu à margem de qualquer carinho.

(Faz parte do livro meu livro "Solitariedades")
Mônicka Christi
Enviado por Mônicka Christi em 30/11/2007
Reeditado em 12/07/2008
Código do texto: T758753
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mônicka Christi
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1344 textos (25597 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 15:00)
Mônicka Christi