Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PADECIMENTO

Minh'alma s'esgota demolida pela solidão
É como insuportável noite que aflora
Invadindo os espaços, minando a razão,
Explorando tantas fraquezas
De um abandono implacável
Que me rasga inteira,
Uma ferida crônica
Que sangra e se alastra como um pustema
Irreparável e sufocante tristeza...
O universo monocromou de agonia,
As luzes são escuras como a violência,
E o corpo adormece,
A mente não pensa,
A vida padece e sevai sem que se perceba.

(Faz parte do livro meu livro "Solitariedades")
Mônicka Christi
Enviado por Mônicka Christi em 03/12/2007
Reeditado em 12/07/2008
Código do texto: T762651
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mônicka Christi
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1344 textos (25592 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 21:02)
Mônicka Christi