Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Alma Poeta

A alma poeta se esconde da luz,
Revolve escombros e brinca com a sorte.
Ressuscita e em poemas se traduz
- Fênix adormecida em pseudo-morte.

Com a tristeza e a tragédia se enlaça,
Afundada em pesadelos medonhos.
Reinventando a vida, por onde passa,
Emergindo em universos de sonhos.

Sobejos d’um olhar em verso e prosa,
Epígrafes e motes de esperança.
Sente o amor só de forma dolorosa,
Mas sabe ser sutil e ser criança.
Magmah
Enviado por Magmah em 03/12/2007
Código do texto: T762679

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Magmah
Montenegro - Rio Grande do Sul - Brasil
232 textos (5053 leituras)
6 e-livros (411 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/17 21:18)
Magmah