Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Forjando Versos

Faço dessa vida um mero disfarce...
Na ausência do verbo, velo meu medo,
Soluço mudo a querer escapar-se
D’uma alma que teme morrer mais cedo.

Eu sei muito bem que gosto de flores,
Mas sei também que as mãos trago vazias.
Que da minha alma eu retiro as dores
E que as transformo em vãs poesias.

Sou sempre só, trago valas no peito.
Ouço vozes nas sombras - que mistério!
Moldo a vácuo essa vida e me deleito,
Forjando versos, levando-os a sério.
Magmah
Enviado por Magmah em 04/12/2007
Código do texto: T764119

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Magmah
Montenegro - Rio Grande do Sul - Brasil
232 textos (5053 leituras)
6 e-livros (411 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/17 02:01)
Magmah