Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mentiras, decepções

        MENTIRAS, DECEPÇÕES...- 1996

Vejo a vida o Sol pôr
Quimeras, sonhos sem fim passaram.
A realidade fria a se opôr
Fatos antagônicos ou afins ficaram.

Papai Noel, cegonha...
Mentiras jogadas como ensinamento
A infância registrou
Tristeza, vergonha...
Vocábulos que passaram a ter momento
Na infância que passou.

Paz, amor, liberdade,
Democracia, sonho e luta,
Ideais novos a defender..
Decepções, ruínas de uma sociedade.
Inversão de conceitos que insulta
A defesa da moral passa a ofender

Democracia! Liberdade!
Quantas vidas ceifadas
Debaixo de sua importância
Democracia, que inverdade!
Liberdade, bocas amordaçadas.
Ou caladas em ânsia.

                                                  Rildége Acioli
Dege
Enviado por Dege em 04/12/2007
Código do texto: T764673
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dege
Olinda - Pernambuco - Brasil, 83 anos
38 textos (1142 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 11:41)
Dege