Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O milagre da vida



Um escritor desabafa a outro escritor:
-- Sinto que o mundo está na sombra, caminhamos num vai e vem,
caminhos às vezes tão tortuosos, labirintos de insondáveis sem fins,
os perigos nos amedrontam, entristece-nos,
nós, às vezes, sentindo criaturas viventes sem causa,
olhamos o nosso viver sem  perspectiva de melhora
ao observarmos os atropelos, contratempos de agora,
relembrando os horrores do passado,
homens monstros, desencadeadores de tragédias,
apavoramos então com o futuro que nos espera,
gênios imbuídos de poder, destilarão suas maldades,
os poderes do mal vencendo os poderes da bondade,
o mundo conhecerá horrores,  Nada pode parar a fúria destruidora,
nenhum ser, natural ou por mais sobrenatural que seja
abrandará esse furor que está na iminência de acontecer,
com destino ou sem destino o futuro é as trevas,
as monstruosidades que existiram, continuarão
dando continuidade, homem massacrando homem.
Estas ondas de terror, se  assemelha ao mar revolto,
espalha um terror tão intenso a nós insignificantes criaturas,
de tão grande e terrível, porque na sua fúria nada o contém!...
O outro escritor abrandece:
--- porque sofres, amigo? Porque vê o viver tão medonho?
Porque deixa tua mente ser ofuscada pelo medo,
deixe tua inteligência navegar pra ver o milagre da vida,
concluindo realmente o grandioso milagre da criação!...
quanto ao mar, se porventura lhe servir de consolo
citarei uns versos de um grande poeta:
“Brincava na praia e o mar bramia,
perguntei à minha mãe naquele instante,
o que pode ser maior do que o mar e mais forte que o vento?
Minha mãe sorrindo olhou para o céu e disse:
maior do que o mar e mais forte que o vento, meu filho, é Deus”.
Portanto, meu amigo, este mesmo Deus, nos enviou seu filho
que se fez carne e habitou entre nós, seu poder é imenso,
o grandioso mar e o poderoso vento lhe obedecia,
apesar do seu poder morreu na cruz, por nos ter um amor intenso,
e ele foi e continua sendo luz, a luz que não se apaga,
você neste terrível dilema, não consegue entender esta vida tão complexa,
apesar de toda sua inteligência e saber,
torne-se como uma criança e refugie nos braços de Jesus!...
José Lourenço Florentino
Enviado por José Lourenço Florentino em 04/12/2007
Código do texto: T765067
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Lourenço Florentino
São Lourenço - Minas Gerais - Brasil, 72 anos
365 textos (8769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 22:56)
José Lourenço Florentino