Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POSTURA

Infelizmente não sou como querias...
Tenho cabelo escorrido...
A cara lavada...
Não uso vestido comprido...
Minha pele é tatuada...
Dentro de quatro paredes sou perfeita,
Mas diante de uma sociedade hipócrita você me rejeita...
Não me compare com qualquer outra namorada,
Sou diferente, sou despojada...
Gosto de liberdade,
De assumir minha feminilidade...
Não vou mudar a minha maneira de ser,
Se o fizer deixo de ser eu e passo a ser você...
Porque tentar me mudar,
Se foi como sou que começaste a me amar?
Não quero ser só uma capa bonita,
Como quem retoca uma foto antiga
Ou quem sebe passa uma nova mão de verniz,
Assim jamais serei ou te farei feliz...
Não quero ser em sua vida uma boneca para contemplação,
Quero encantar antes de tudo o seu coração...
E para isso meu amor não é necessário que eu mude minha aparência,
Basta apenas que você aceite e ame a minha essência...
Amo-te profunda e demasiadamente,
Mas se assim você não me quer e não me entende
Melhor me esquecer,
Pois minha postura eu não mudo,
Nem mesmo por um grande bem querer...
E que se dane o mundo!
Melhor que eu chore agora,
Do que permitir que minha auto estima você jogue fora...
LoucaporPoesia
Enviado por LoucaporPoesia em 06/12/2007
Reeditado em 05/05/2010
Código do texto: T767162

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (LoucaporPoesia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LoucaporPoesia
Casimiro de Abreu - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
524 textos (105145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 22:21)
LoucaporPoesia