Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nós

Amanhece mais um dia.
A monotonia e o tédio cotidiano
Tomam conta de nós.
A agressividade e a pressa urbana
Vêm à tona e nos transformam em
Homens-Máquina.
Homens sem paz, sem paciência, sem compreensão, sem amor.
E nem mesmo
O mais forte sentimento de carinho
Sobrevive a essa luta cruel,
Diária,
Que nos castiga e nos cospe,
Destilando o mais puro veneno.
Veneno fatal,
Macabramente injetado
No coração das crianças dos nossos próprios lares.
Isto é a vida de hoje.
Um inferno terrestre e global,
Num ciclo contagioso e sem fim.
E sabe para onde vão
A paz, a paciência, a compreensão e o amor?
Eles não vão.
Eles ficam em casa,
No mais promíscuo complô,
Aguardando o arlequinal momento
Do (nosso) grande genocídio.
Profeta dos Sonhos
Enviado por Profeta dos Sonhos em 06/12/2007
Código do texto: T767520

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Profeta dos Sonhos
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil, 41 anos
65 textos (3153 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 11:12)
Profeta dos Sonhos