Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tudo tão vago

No vão em que me escondo
Risos contidos
Lágrimas entre o silêncio
Uma vida que passa sem enredo

No vazio da madrugada
A alegria que não foi partilhada
A inesquecível e sofrida solidão
A companhia da lua que ilumina minha alma

Tudo tão vago...
Será que alguém olha por mim?
Recordo ainda, mas já não importa
De um amor que se foi sem eu ver o fim

A noite morta sopra as suas cinzas no amanhecer
Nada muda, nem o silêncio
Esperança chora lágrimas de saudade
E num sonho adormeço chamando a felicidade.
Aline Mello
Enviado por Aline Mello em 07/12/2007
Reeditado em 13/12/2007
Código do texto: T768485
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aline Mello
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 31 anos
20 textos (1340 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 00:50)
Aline Mello