Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Maria P'ra Sempre

Devo dizer que estou feliz com este Soneto/Acróstico, meu primeiro; gostei da travessura e devo tentá-la novamente em breve. Obrigado àqueles que reservaram um espaço do seu tempo para essa leitura, espero que lhes seja tão agradável quanto o foi para mim.

Maria P’ra Sempre

Mesmo antes de conhecer-te
A tua alma procurei.
Raridade fulgurante,
Inda assim eu te encontrei.

Através de mil desertos,
Por espinhos e sertões.
Resgatei em outros postos
As demais expiações.

Sua alma assim converte,
Entre outras coisas boas;
Meu amor que se reflete

Pela aura que entoas.
Rio enfim, ao me fundir
E em teus braços diluir.
gothmate
Enviado por gothmate em 28/08/2006
Código do texto: T227362


Comentários

Sobre o autor
gothmate
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 45 anos
26 textos (1082 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/07/21 21:33)
gothmate