Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda


26/06/19 14:15 - Maristela
heartBOA TARDE. VENHAM LER:O PERDÃO;SIMPLES FRASES PENSAMENTO.
RECEBA UMA FLOR PARA CULTIVAR EM SEU JARDIM!kiss!
                          GRAÇA E PAZ.broken heart.
26/06/19 11:15 - Maria Leni Batista
26/06/19 10:49 - Vitor do Carmo Martins
Bom dia com poesia. 

Florescer

Obrigado a quem ler!
26/06/19 10:23 - walter pantoja teixeira


INSTAGRAM: _walter_pantoja_tx
26/06/19 09:59 - Anderson Assis
Estreando com um Haikai, já me valendo do meu humilde lado poético.

Haikai (Palavra)

A Palavra cativa
Os versos que inspiram
O texto que transpiro
26/06/19 09:26 - Ary Carlos Moura Cardoso
Pensamenteando 459
 
Confrontos válidos, Inteligentes, Sábios são aqueles Respeitosos, sustentados por Argumentos Racionais. De modo algum, advêm de meras impressões difusas.
26/06/19 09:06 - Alberto Valença Lima
BOM DIA! Convido-lhe a conhecer meus textos mais recentes clicando nos links abaixo.
Aldravia AVL (CLXXIV
SOMEM-LHE AS PALAVRAS

NO QUARTO DE DORMIR (EC) 

Resultado de imagem para FELIZ QUARTA







 
26/06/19 08:58 - Vitor Pereira Jr
Olá!!
Para quem gosta de RPG, deixo aqui cinco GAMEBOOKS da série “As Crônicas de Tellus”. 

https://www.amazon.com.br/s/ref=nb_sb_noss_2?__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&url=search-alias%3Daps&field-keywords=vitor+pereira+jr

Boas leituras e bom jogo!
Vitor Junior

 
26/06/19 08:03 - Jairo de Souza
Poesia em cordel toda semana um cordel avessado.

jairo poesias
 
26/06/19 07:41 - Marcio Tadeu
Peneira de garimpo

Vá!

E traga pra mim algo novo.

Eu não disse moderno!

Apesar de conhecer sobre algumas coisas, e talvez por isso, sei que o saber não se finda.Tenho sede dele.

Portanto, traga aquilo que não fui capaz de garimpar...

Continua lá na escrivaninha... 👍🙏
26/06/19 06:27 - poeta Adailton

Música Onde tem rodeio estou no meio
Compositor poeta Adailton
Sou peão, onde tem rodeio estou no meio
Laço,espora e arreio.O modão arrasta a multidão(refrão)
Mulher bonita dançando modão ao som do paredão,cavalo e boi na pista da arena.Segura peão que o prêmio vale a pena.
Sou peão, onde tem rodeio estou no meio
Laço, espora e arreio.O modão arrasta a multidão(refrão)
Gente bebendo cachaça,outras bebendo quentão. O moço ao ver a moça levanta o chapéu.Tem peão na pista disputando o troféu.
Sou peão, onde tem rodeio estou no meio
Laço ,espora e arreio.O modão arrasta a multidão(refrão)
Tem moço na saudade bebendo e lembrando da moça amada que se foi.
O locutor faz um verso:"moça do sorriso lindo e de olhar sedutor, a sua calça apertada e o seu corpo perfeito, moça, toda vez que te vejo passar meto pinga no peito"Oh!..!É festa de peão.
Sou peão, onde tem rodeio estou no meio
Laço ,espora e arreio .O modão arrasta a multidão(refrão)
poeta Adailton
poeta Adailton
Enviado por poeta Adailton em 14/06/2019
Código do texto: T6672927 
Classificação de conteúdo: seguro
somerights20.pt.pngEsta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



 

O Mural tem algumas gentes boas (como "até" o restante do RdL) mas tem também umas figurinhas figuraças, uns sabujos e sabujas sujos/sujas que só rindo muito....
Gozando da cara do cara e de todo o tolo mundo dos tolos e tolas,
de todlos / todlas (todos os tolos e tolas)
 
K1                                                  K13
K2                                                  K12
K3                                                  K11
K4                                                  K10
K5                                                    K9
K6                                                    K8
K7                                                    K7
K8                                                    K6
K9                                                    K5
K10                                                  K4
K11                                                  K3
K12                                                  K2
K13                                                  K1
 
25/06/19 23:43 - LAURO PAIXÃO
25/06/19 23:38 - Márcio Adriano Moraes
Rotina - junho 25
FADO SUBLIME

Imperfeito na obra do criador
sonhando em fronhas estreladas 
rabiscadas, em lápis de cor.
Acesso em brasas
atirado na correnteza dos rios
desfeito em pedaços de fios
enlaçando braços de mar;
Apalpando suavemente o profundo
pra não acordar o mal no mundo
e sutilmente, o bem aflorar.
25/06/19 21:00 - Uma Mulher Um Poema

PUBLICAÇÃO QUE FIZ HOJE
HAIKAI - DELICADA.
UM ABRAÇO A TODOS!
30.04.2012 – 12h24min –
O caminho certo à derrota é pensar que já perdeu ou ter a certeza de que já ganhou.
25/06/19 16:47 - ROBERTO BARROS XXI
ROBERTO BARROS XXI
E-livros16:23
 
ROBERTO BARROS XXI
Biografias23/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Mistério20/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Pensamentos19/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Pensamentos19/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Pensamentos19/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Letras de Música18/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Letras de Música18/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Letras de Música18/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas15/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Poesias > Humor15/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Pensamentos15/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Poesias > Amor06/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Contos > Aventura05/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas04/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Poesias > Alegria/Felicidade04/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas01/06/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas31/05/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Crônicas31/05/19
 
ROBERTO BARROS XXI
Cartas29/05/19
 
25/06/19 16:17 - Adriana Garcia
Olá boa tarde.
ser amor...
ser atração.
É esplendor...
Na ausência do teu bate descompassado um gigante coração.
❤🌼🌻🌺😘😍
Adriana Garcia
25/06/19 15:31 - oliprest
O REINO DOS CÉUS E O REINO DE DEUS
Sobre este tema encontramos menções bíblica que nos leva a saber que um e outro não são a mesma coisa. Façamos uma investigação conjunta, a fim de confirmar ou não a nossa argumentação.

Jesus propôs várias parábolas em cujas figuras Ele dizia a que o reino dos céus era semelhante.

Temos, assim, a parábola do tesouro escondido, veja:

"Também o reino dos céus é semelhante a um tesouro escondido num campo que um homem achou e escondeu; e, pelo gozo dele, vai, vende tudo quanto tem, e compra aquele campo. Outrossim, o reino dos céus é semelhante ao homem negociante, que busca boas pérolas; e, encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e comprou-a. Igualmente o reino dos céus é semelhante a uma rede lançada  ao mar, e que apanha toda qualidade de peixes. E, estando cheia, a puxam para a praia; e, assentando-se, apanham para os cestos os bons; os ruins, porém, lançam fora . Assim será na consumação dos séculos: virão os anjos, e separarão os maus dentre os justos. E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá pranto e ranger de dentes. E disse-lhes Jesus: Entendestes todas estas coisas? Disseram-lhes eles: Sim, Senhor. E ele disse-lhes: Por isso, todo o escriba instruído acerca do reino dos céus é semelhante a um pai de família, que tira do seu tesouro coisas novas e velhas." Mt. 13:44-52.

Esse tesouro inesgotável é a Palavra de Deus, que é a revelação de Deus, que são as boas novas de salvação, também chamada de evangelho ou boas novas.

Desse tesouro inesgotável  o escriba instruído acerca dele extrai coisas novas e velhas. Coisas novas e velhas certamente são uma alusão ao novo e velho testamento, que os homens dividiram e que alguns querem anular.

Esse reino é passageiro, enquanto que o Reino do Senhor é um reino eterno. Sl. 145:13.

Se o reino dos céus fosse o mesmo que o reino de Deus, então o Senhor Jesus não teria proposto aos seus discípulos na oração do “Pai Nosso” o termo “venha a nós o teu reino”, pois esse reino já estava entre eles.

Quando o Senhor constituiu o povo de Israel como nação santa, disse: E vós sereis um reino sacerdotal e o povo santo. Êx. 19:6, p.parte.

Mas foi revelado a Daniel que o Deus do céu levantará um reino que nuca será jamais destruído; e este reino não passará a outro povo: esmiuçará e consumirá todos estes reinos, e será estabelecido para sempre. Dn. 2:44.

Desse reino falou o próprio Jesus quando disse:" O meu reino não é deste mundo; se o meu reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu reino não é daqui." Jo. 18:36. "Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, Isaque, e Jacó, e todos os profetas, no reino de Deus, e vós lançados fora. E virão do oriente, e do ocidente, e do norte, e do sul, e assentar-se-ão à mesa no Reino de Deus." Lc. 13:28 e 29.

Disse o ladrão que lhe serviu de advogado quando o outro lhe afrontou na cruz: "Lembra-te de mim quando entrares no teu reino. E a resposta de Jesus, foi: Em verdade te digo hoje: Estarás comigo no paraíso." Lc. 23:43.

Outrossim, disse Jesus: "Quem não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus."

Assim, se o reino de Deus fosse o mesmo que reino dos céus, aqueles a quem Jesus falou isso, poderiam ver esse reino, já que o reino estava dentre eles.

Diz o apóstolo Paulo, que os injustos não herdarão o reino de Deus. I Co. 6:9. E a carne e o sangue não poderão herdar o reino de Deus. I Co. 15:50.

Ora, como sabemos, hoje no reino dos céus tem carne e sangue, bem como há nele quem pratique obras da carne das quais diz o apóstolo que não herdarão o reino de Deus quem essas coisas praticar. Gl. 5:19-21.

Em apocalipse, diz a Escritura: "E ouvi uma grande voz do céu que dizia: Agora chegada está a salvação, e a força, e o reino do nosso Deus, e o poder do Seu Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é derribado, o qual diante de nosso Deus os acusava de dia e de noite." Ap. 12:10.

Assim, o reino dos céus é uma preparação para o Reino de Deus, donde serão colhidos os que causam escândalos e serão lançados  nas trevas exteriores, e onde os bons serão recolhidos.

Oli Prestes
Missionário
25/06/19 13:28 - Túllio Carvalho
AVANCE O TEXTO PELA BARRA LATERAL, PARA SUA VISUALIZAÇÃO COMPLETA.


Baila comigo

Minha boca perto da sua.
Minha mão em sua mão.
Meus olhos nos seus olhos.
Nosso desejo pelo salão.

Cada passo da dança,
uma apaixonada piscadela.
Ela alegre me conduz.
Eu alegre conduzo ela.

Bolero, forró e salsa.
Tudo é celebração.
Do nosso bem querer.
Da nossa intensa paixão.

E assim seguimos bailando.
Experiência e jovialidade.
E assim nos desejamos
pelos bailes da cidade.

Do nada tudo muda,
pelo mágico poder da dança.
O passado se torna velho.
O hoje se torna criança.

E o bailado continua
entre travesseiros e carícias.
Novos ritmos, novos sons.
Outras notas, novas delícias.


Túllio Carvalho, mineiro, professor, advogado, escritor apaixonado por palavras, especialmente pela “Palavra primordial” (o Logos joanino), por meio da qual tudo foi feito. Torcedor fervoroso do Clube Atlético Mineiro, o Galo. Leitor reverente de Thomas Merton, Teresa de Ávila, Kafka, George Orwell, Nikos Kazantzákis, William Kennedy, Peter Kreeft, John Bunyan, C. S. Lewis, Fernando Sabino, Drummond, Hilda Hilst, Adélia Prado e João Ubaldo Ribeiro, dentre outros luminares da literatura.
25/06/19 13:22 - Patrícia Pinna
Boa tarde, amigos e leitores.
Espero que todos estejam bem.
Deixo o convite para a leitura e comentários no poema " O TEMPO da SAUDADE.
Obrigada pelo carinho.
Uma excelente semana de paz.
Beijos na alma.

 
25/06/19 11:08 - Sonya Azevedo


Desculpando a ausência pelo feriado prolongado
e com uma internet um tanto falha em virtude da localização.
Agora normalizada, estarei retribuindo as visitas
e revendo os amigos e seus magníficos poemas e textos.
Uma ótima semana a todos vcs.
Grata pelo carinho e visitas à minha página.
Muita luz e paz.
Abs

Deixo o link com minha nova poesia
Pretérito Imperfeito
25/06/19 09:40 - JOÃO VICTOR FILGUEIRA
" QUANTO MAIS A SOCIEDADE SE DISTANCIA DA VERDADE, MAIS ELA ODEIA AQUELES QUE A REVELAM "

ANIVERSÁRIO (DE MORTE) DE ERIC ARTHUR BLAIR, PSEUDO GEORGE ORWELL, NASCIDO EM 25/JUNHO/1903

ABRAÇOS, E QUINTA-FEIRA TERÁ O TEXTO DA SEMANA: BRASIL SIL VIL

UMA CRÔNICA DA MEMÓRIA CURTA DO PAÍS RETUMBANTE!
25/06/19 06:08 - poeta Adailton

Musica Seu zé do UBER
Compositor poeta Adailton
MODÃO SERTANEJO universitário
Acobou.
É definitivo.
Seu zé olhe o seu aplicativo por favor
Seu zé eu tenho um alguém pro senhor levar
Seu zé chega de sofrimento ela está no meu apartamento
Seu zé as malas estão no chão quando ela pasar por aquele portão não a traga mais aqui. Chega de tanto fingir
Seu zé aqui nesta cama ela não dorme mais.Eu não vou voltar atrás
Seu zé por favor olhe o seu aplicativo por favor
Seu zé vou falar pro porteiro que ela aqui nã entra mais
põe ela no banco de trás e passe a maquininha pois na minha cama ela não dorme mais
Não dorme mais
Seu zé olhe o seu aplicativo por favor
Seu zé estou sem dinheiro mais leve ela pra longe de mim
pra longe de mim
pois na minha cama ela não dorme mais
Não dorme mais
poeta Adailton
Enviado por poeta Adailton em 11/03/2019
Código do texto: T6595106 
Classificação de conteúdo: seguro


 
Os  peitinhos  da  Maria  Flor

no  filme  (brasileiro)

"O  Diabo  A  Quatro"

pro  dia  nascer  feliz



 

 
LANÇAMENTO DE LIVRO E FESTA DE ANIVERSÁRIO: TUDO FOI SUCESSO!!!! Editora Canteiros de Maricá



Um encontro de acadêmicos da Academia de Ciências e Letras de Maricá (Maria Regina Moura e Patrícia Custódio) e da Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências (Maurício Antônio Veloso Duarte)
Crédito da foto: Janaina Leal


"Evento fantástico no Clube Central de Icarai, Niterói. Gostei muito de reencontrar as amigas Maria Regina Moura e Patrícia Custódio.Uma verdadeira alegria. E o lançamento do livro de Iliana Maria Calheiros Manhães ficou lindo. Um primor de memória para as poetas Margarida Maria e Áurea Maria. Abraço grande."
Artista, Escritor e Acadêmico Mauricio Antonio Veloso Duarte Anuragi

Veja mais aqui: https://sites.google.com/view/aglac/not%C3%ADcias-acad%C3%AAmicas-2
24/06/19 22:31 - Uma
24/06/19 22:25 - fchagass
00.045 – ESTÁ ESCRITO: EM BUSCA DO FUTURO MELHOR!!!
 
Quando criança na doce terra natal (Salgueiro – PE) ouvia dizerem: “Um é pouco, dois é bom e três é demais”...
 
Cresci e, apenas entendo serem três suficientes (nunca demais) – certamente, a pessoa que achou isso pela primeira vez, estava referindo–se especificamente à determinada situação (individual e particular), sem considerar o que outras pessoas poderiam achar sobre a mesma coisa...
 
Possivelmente, nos dias atuais, coisas como extremismo, individualismo, legalismo, perfeccionismo, consumismo, comunismo, capitalismo e outros ismos, têm seu alicerce (sua base) na mania de grandeza de pessoas que se acham melhores que as outras (as tais)!
 
Portanto, se nossa meta for um futuro melhor pra todos, será necessário apenas caminhar nessa direção, porque, possivelmente foi isso que estava no coração de DEUS, quando ELE “desceu do esplendor de SUA glória por meio de JESUS para ocupar na Cruz do calvário (voluntariamente) um lugar que era nosso, conforme está escrito nos evangelhos é esse o mistério da cruz e, que parece loucura pra qualquer pessoa que olhe à cruz sem ser alvo da graça de DEUS!
ANOS A FIO

As mãos tapando o sol
sertanejo observa o céu
a chuva que não vem
 
24/06/19 21:16 - Everton F Messias
24/06/19 20:18 - Folha em branco
Estou me aproximando da marca histórica de 1000 leituras crying para alcançar esse número, conto com a sua ajuda; para isso, entre no meu perfil leia os textos que mais selhe chamam atenção, e divulgue o que mais gostar.

Juntos faremos uma comunidade forte de leitores ácidos.
24/06/19 18:49 - Espirito Santo
                                "O AMOR UNIU OS TRÊS"

"Meu Livro lançado pela Editora Chiado. Rico em Poesias e Narrativas da União dos Três Personagens mais importantes da Bíblia Judaica (LÚCIFER + MARIA DE NAZARÉ + JESUS CRISTO)
----------

clique no nome (Espirito Santo) acima citado / clique em (TEXTOS) / clique no (TOPICO) / Leia / Medite / Deixe seu comentário e vá Visitar o Site (COMPRE O LIVRO) Fico agradecido ! Paz e Bem !
22.04.2012 – 13h38min –
Quem entendeu o mundo de ontem, entende o mundo de hoje, entenderá o de amanhã, pois ele não muda, quem muda somos nós.
24/06/19 17:15 - Alberto Valença Lima
Boa tarde! Convido-lhe a conhecer meus textos mais recentes clicando nos links abaixo.
SOMEM-LHE AS PALAVRAS
PEGANDO CARONA
NO QUARTO DE DORMIR (EC) 


Resultado de imagem para FELIZ SAO JOAO





 
24/06/19 16:48 - Leandro Severo II
O MOTORISTA DA UBER

"Gente do céu! Meu nome é Roberta e semana passada eu tive a experiência mais assustadora da minha vida. Estou preocupada com o que aconteceu até agora. Ninguém acredita no que eu estou dizendo. Todos me dizem que eu estou louca ou estava bêbada demais. Mas o que vi foi tão real quanto as palavras que eu vos digo com assombro e horror."



CONFIRA O DESFECHO DESSA HISTÓRIA QUE JÁ PASSOU DAS 100 LEITURAS!!!
24/06/19 15:50 - Elisabete Rodrigues

https://www.recantodasletras.com.br/contos/6680625

Otima tarde a todos e bom inicio de semana ... Beijos
24/06/19 15:36 - Vitor Pereira Jr
Olá!
Uma homenagem a quem cresceu nos anos 90. Lembra como foi?
 
Conto: “1994”
https://www.recantodasletras.com.br/contos-de-amor/6322219
 
Boas leituras!
Abraços literários,
 
Vitor Pereira Jr.

 
24/06/19 13:03 - Marcio Tadeu
O homem sensato sempre pensa antes de agir, mas o tolo anuncia a sua ignorância.

Provérbios 13:16 NTLH
https://bible.com/bible/211/pro.13.16.NTLH
24/06/19 12:59 - JUNIOR CAMPOS
24/06/19 12:36 - Poetapoeta
UM ENSAIO SOBRE A SABEDORIA DE JESUS CRISTO, O FILHO UNIGÊNITO DE DEUS. Discursado ao movimento Lula livre. PARTE 1
Oi, espero que esteja tudo certinho com você...

Eu sou o Isaías Amorim, um escritor amador, vou lhe apresentar o meu primeiro (e futuro livro), o nome dele é: “UM ENSAIO SOBRE A SABEDORIA DO REI JESUS CRISTO, O FILHO UNIGÊNITO DE DEUS”.

Esse trabalho conta em sua primeira parte, sobre os imensos esforços de um grande e sábio rei ateu e filósofo, que vai oferecer inúmeros dicas muito relevantes para ajudar aos leitores a serem (filosoficamente falando) pessoas mais sábias e justas e a viverem corretamente em uma Sociedade que é um Estado (completamente Laico) de Direitos (e de Deveres); um Estado totalmente separado da religião, sem nenhuma questão ligada aos ensinamentos do evangelho, pois esse rei nunca ouviu falar de Jesus Cristo em todos os seus noventa e novo anos de idade. 

E na segunda parte, o texto vai revelar algo surpreendente sobre como Jesus Cristo enxerga todas essas atitudes da sabedoria e da justiça e modo de governar dos homens que não conhecem os princípios de Deus. E vai nos mostrar, também, como o filho de Deus, o Rei, julga essa questão das pessoas perdidas que se dizem seus seguidores e súditos, e mesmo assim, compactuam e aceitam, serem governadas por homens, sendo que, alguns deles são apenas governantes tolos e sem maldades, mas, o Rei Jesus Cristo, ainda, na segunda parte desse livro, vai nos esclarecer o fato de que muitos desses governantes serem ligados ao mau, ligados ao príncipe desse mundo que nada tem a ver com o Reino de Jesus e a sua justiça.

Vamos aprender ainda o porque sucedem muitos desses governantes serem orientados por criaturas que não compactuam com a vontade do Divino e trabalham contra a vontade de Deus.

E ainda, finalmente, o texto falará sobre como é o governo do filho de Deus.

Algumas pessoas já leram os primeiros esboços desse futuro livro que ainda está em fase de construção e que falta muito ainda para terminar, sobretudo o final da trama.

A seguir vou lhes mostrar os comentários desses leitores que conheceram a síntese do meu texto em primeira mão:

...A primeira que leu foi a Laura, uma leitora de Portugal, professora de literatura portuguesa e inglesa, ela comentou o seguinte:  ”O teu livro me lembrou muito o nosso querido escritor Português, Gil Vicente, eu digo isso pelo seu estilo e modo de escrever, ao mesmo tempo, simples e profundo. A trama toda começa como uma grande charada bem complexa, eu errei a resposta do teste, mas mesmo assim, achei muito interessante. adorei o seu conteúdo... Acontece um terrível acidente, depois vem a procura de um bode expiatório, encontramos então, a ira, a raiva do Homem, a sede de vingança. Estórias cruzadas e entrecruzadas, e num hospício tem um interno muito interessante. Depois temos um rei humilde que escuta as pessoas, que vê tudo a sua volta e que não tem medo de lutar pela justiça e pela verdade. Uma linha tênue separa o bem e o mau, num utópico, mas maravilhoso sonho mágico com uma forte componente religiosa que fez com que me sentisse mais perto de Cristo. Vale mesmo muito à pena ler".

...A segunda a ler foi a Regina, uma professora de literatura, comentou:  "Oi, Isaías, li o seu texto, achei interessante, com muitas colocações diferentes e bem inteligentes. Eu acho que você tem um estilo muito próprio. Permitindo-me dizer, essa mistura que você fez com a realidade, o cotidiano e com os ensinamentos de Cristo, isso mostra a sua personalidade e seu estilo. Eu sou uma professora de literatura e entendo isso perfeitamente, consigo enxergar o conteúdo filosófico, o moral como pano de fundo, misturando a religiosidade, o bem e o mau etc.. Mas outras pessoas, talvez não consigam, não espere que isto aconteça, talvez elas só enxerguem apenas como mais um simples conto qualquer". 

...A terceira foi a Rosi, uma pedagoga comentou essas palavras: "O seu futuro livro veio a mim em um momento muito adequado. Maravilhoso mesmo, uma lição de vida. Nele entramos em contato com nossa realidade social, humana e  principalmente a espiritual... Saiba que, mesmo antes que eu chegasse a parte que trata exatamente dos ensinamentos de Jesus Cristo, eu já tinha lembrado muito do sermão da montanha. Não vejo em seu livro como apenas mais uma obra literária, mas sim uma forma de acordar a humanidade para o que realmente importa. Que Deus continue te abençoando poderosamente, fazendo suas mensagens tocarem em nossos corações, e que as pessoas ao lerem seu livro, possam refletir e reconhecer o que realmente importa nessa vida. Agradeço a Deus por você ter cruzado meu caminho".

...A quarta foi a professora Adriana que comentou assim: "Isaías, o seu livro Ensaio sobre a sabedoria é de um teor admirável e recomendo a todos meus amigos e a quem possa interessar, pois retrata bem a nossa vã maneira de agirmos erroneamente em nome do a que gente pensa ser a verdadeira justiça. Muitas vezes, cauterizados em nossas fortes e erradas convicções, somos injustos, arrôgantes, implacáveis e fúteis, o pior é que nos consideramos dignos de reclamar por justiça aos nossos governantes quando, na verdade somos relapsos nas pequenas atitudes que fariam grande diferença na vida das pessoas. O melhor desse livro é a grande sabedoria contida nele".

...A quinta pessoa foi o Nildo, um cientista social que comentou o seguinte: "Vou fazer agora um livre comentário, mas se desejar que eu divulgue seu talento, o que puder fazer farei. Gostei do seu livro, o tema discutido durante o enredo é muito "saudável": a sabedoria. Você nele (no livro) consegue fazer com que o leitor, mesmo até os menos esclarecidos , pense, investigue, coloque a mente para trabalhar, você consegue fazer com que qualquer pessoa conheça um pouco dos limites que o conhecimento impõe a quem deseja conhecê-lo, ou seja, consegue nos fazer "cansar" de tanto pensar, questionar. Gostei, sobretudo, da questão como foi tratada a sabedoria cristã, do modo como ela é abordada. Percebe-se que seu livro não ignora o valor que tem Cristo para cada um de nós. Percebe-se que você evangeliza bem e sutilmente, sem que a gente perceba já estamos conhecendo o modo que Jesus quer que nos comportemos: sim, porque o rei (o personagem do ensaio) é um homem sábio e que ainda buscava um algo mais (um espelho para salvar sua alma da dificuldade que é julgar com consciência, que é julgar os conflitos peculiares das relações humanas, que é vencer a dúvida e as injustiças que produzimos). Portanto, seu livro é criativo, e muito bom. Um livro que, inclusive, educaria muitas e muitas crianças ou até mesmo os adolescentes. Os pais, se educassem corretamente, não os deixariam embriagados com a cultura de massa que só as corrompem, com a mídia do consumo, protegeriam da ignorância que muito preocupa a cada um de nós, cidadãos de bem e cristãos, seriam mais ativos no combate aos valores errados atuais! Parabéns pelo seu maravilhoso trabalho...".

Esses foram apenas alguns comentários dos poucos leitores do meu livro; livro esse que tem a pretensão de marcar cada um dos corações de seus leitores, para sempre se lembrarem dos ensinamentos de Jesus Cristo, lembrarem deles em todos os atos e momentos de sua vida e se orientar através deles, só por eles! Espero, então, que você o curta bastante, que possa e queira compartilhar o meu primeiro livro, que vem logo a seguir, com todas as pessoas que o amigo leitor ou amiga leitora puder; muito obrigado! 

A primeira parte da história: O modo filosófico de enxergar o mundo.

A partir de agora cada pessoa que estiver lendo essa narrativa vai ser convidado a começar a conhecer uma intrigante  e fascinante história cheia de ensinamentos e exemplos que será contada por um indivíduo muito especial, onde em seus relatos ele sempre nos mostra como algumas pessoas muito diferentes entre si, reagem perante as mesmas situações e acontecimentos, entre as quais tem alguns cidadãos comuns, também há um rei filósofo ateu e ainda tem uma pessoa que conhece e que segue correta e verdadeiramente os ensinamentos de Jesus Cristo. 

Vamos entender, então, as atitudes e os frutos dos posicionamentos de cada uma dessas personagens e aprender com elas, com os erros e principalmente com os seus acertos.

Por isso mesmo que para observar todo esses acontecimentos estamos aqui neste ponto de ônibus onde ao fundo tem um muro muito alto e antigo; vejam, há um pequeno buraco nele, parece que foi causado pelo tempo, pelo vento e pela chuva, perceba que cabe apenas, no máximo, algo que tenha a medida exata de uma cabeça de um adulto; essa incomum e misteriosa abertura se localiza exatamente no centro do ponto de ônibus e fica logo acima da altura de dois metros.

Quando olharmos por esse buraco, conseguiremos enxergar boa parte do Hospício Municipal, onde estão centenas de pacientes internados, sendo que quase todos estão em período integral; alguns deles estão recebendo tratamentos há muitos anos.

Podemos observar que aguardando no ponto de ônibus há uma dona-de-casa de meia-idade, parece que ela é muito mal-humorada, tem um homem acabando de chegar que está um pouco acima do peso para ser considerado saudável, e ainda tem um rapaz magricela que aparenta ser muito desatento.

Ninguém diz nada, cada qual está perdido em seus próprios pensamentos e preocupações particulares e talvez íntimas.

Mas nesse  momento podemos observar que a quarta figura dessa longa aventura já está chegando, é uma vendedora ambulante de hot dog, ela parece estar um pouco ansiosa, mas assim mesmo resolveu estacionar seu pequeno e simples carrinho e nesse momento apenas olha para todos que estão esperando o transporte coletivo chegar; ninguém ainda notou a sua discreta presença.

A vendedora já devidamente instalada e tentando parecer que é simpática finalmente cumprimenta a todos: 

-- Bom dia, pessoal, o dia está quente hoje, não é mesmo?

Quando ela disse isso todos lhe olharam ao mesmo tempo muito assustados pois falou isso de repente e muito alto com sua voz bem grossa e potente:

O rapaz magricela já recuperado do susto e tentando ser agradável lhe responde:

-- Bom dia, dona, é sim realmente está muito quente o dia hoje.

O homem que está acima do peso está suando muito pois correu até o ponto acreditando estar atrasado e querendo ser também amigável diz:

-- Bom dia, que a senhora tenha um lindo dia!

A dona-de-casa que está olhando seu relógio e com um enorme sorriso falso diz:

-- Bom dia, está quente mesmo, espero que chova logo senão vou derreter já já… 

A vendedora de hot dog oferece o seu produto:

-- Quem vai querer comer um hot dog especial bem fresquinho?

O homem que está acima do peso já salivando de vontade de experimentar o lanche diz-lhe amistosamente:

-- Eu bem que experimentaria um sim, estou até com água na boca, adoro um lanchezinho gostoso, mas infelizmente estou de regime, muito obrigado; desejo que a senhora faça muitas vendas hoje e sempre.

A dona-de-casa muito mal-humorada faz "uma cara de poucos amigos" e diz:

-- Acabei de lanchar em casa…

O rapaz magricela que não gosta de comer na rua e desdenhando dela diz:

-- Se eu comer essa coisa de péssima qualidade e pouco nutritiva aí, não vou ter apetite suficiente para um bom almoço especial do dia das mães com uma deliciosa e boa comida bem saudável, e conhecendo a minha querida mamãe, com certeza, ela ficaria muito chateada comigo se eu não comer bastante junto com toda a nossa grande e unida família no dia que ela mais gosta de festejar.

A vendedora ambulante ao escutar a resposta dele fica visivelmente aborrecida e diz:

-- Poxa! Ninguém vai comer nem um único lanche, como vou pagar minhas dívidas se ninguém comprar nada? Meu aluguel está sem pagamentos há três meses, já indo para o quarto atraso, vou ser despejada até o fim dessa semana.

A dona-de-casa rispidamente responde a ela:

-- A vida não está fácil para ninguém, sinto por você, mas o meu marido ficou desempregado por seis meses… 

O homem ainda com vontade de experimentar um cachorro-quente confessa:

-- Eu igualmente estou em dificuldades financeiras há quase um ano inteiro.

O rapaz nervoso e querendo pôr um ponto final nessa conversa chata e se mostrando muito entediado fala para a vendedora agressivamente:

-- Minha cara senhora, as pessoas estão sem dinheiro e eu também… E outra coisa, ainda é muito cedo para se comer essa porcaria aí. E você não precisa e nem deve ficar aborrecendo as pessoas oferecendo o seu produto insistentemente, quem quiser comer sabe ir até aí e comprar um; por acaso é o seu primeiro dia vendendo isso?

A vendedora faz uma expressão de desânimo e diz:

-- Não, faz um mês… Estou tentando conseguir um dinheirinho extra para tentar quitar algumas das minhas dívidas.

O rapaz magricela faz um sinal com a cabeça demonstrando que havia entendido e se cala em seguida.

E o homem que está acima do peso, querendo se mostrar inteligente, diz:

-- Esse país precisa de um bom governante para olhar melhor os pobres, pois “esses caras” que entram no poder, só querem roubar do povo, eles acham que foram eleitos só para desfrutar de privilégios e de vida boa às nossas custas e não fazem nada para o bem da nação, só pensam junto com a sua turma em roubar do erário público… 

A ambulante parecendo que subiu em um palanque de campanha eleitoral diz:

-- E por falar em politica... Quero lhes informar que se eu fosse a presidenta deste país eu seria muito sábia e governaria visando principalmente o bem dos mais carentes, dos oprimidos e além dos injustiçados! Porque conheço a realidade das coisas exatamente como elas são, e sou justa, muito justa de fato. Realmente tenho capacidade extraordinária para governar melhor que essas pessoas que estão no poder! Sempre fui pobre e sei o que os desprivilegiados necessitam, entendo suas carências e desejos.

E o magricela quando ouve isso sorri e já se imaginando também no poder diz:

-- Se eu fosse governador faria a melhor justiça, daria o melhor para o meu povo; no meu mandato a paz e à harmonia iriam governar comigo. Minha justiça e sabedoria iriam fazer a diferença e o povo iria se orgulhar do meu jeito de fazer as coisas e esse meu modo perfeito de liderar faria com que eu conduzisse a nação sendo presidente na outra eleição, e eu, é claro, entraria para a história como exemplo de excelente administração.

A mulher ainda bem mal-humorada tem a sua vez de falar:

-- Eu queria ser prefeita dessa cidade falida, pois com minha sabedoria e justiça, governaria muito bem esse município e o transformaria numa potência mundial. Acho que essa cidade precisa de alguém igual a mim para fazer dela um exemplo a ser seguido. Viriam postulantes a cargos públicos de todo o mundo estudar a mim e ao meu gerenciamento com propósito de aplicarem em seus países as minhas atitudes, os meus conhecimentos e o meu maravilhoso plano de governo.

A ambulante acreditando ser uma defensora dos pobres e dos oprimidos volta empolgadamente a se pronunciar:

-- Com toda certeza eu seria um exemplo bem melhor do que vocês todos juntos, todo esse planeta iria se espelhar em mim e se todos me seguissem, eu faria para todos, um mundo muito melhor para se viver feliz, muito feliz. Todos os países, todos os estados, todos as cidades e até cada uma de todas as aldeiazinhas bem distantes iriam se inspirar em mim...

E o rapaz diz a mesma coisa e o homem que está acima do peso idem; todos estão convictos de que cada qual é o melhor exemplo de competência justiça e sabedoria; acreditam intensamente que tudo mudaria com eles no poder; e até se imaginam recebendo grandes honrarias, inclusive com várias estátuas deles sendo colocadas em muitos lugares importantes.

A dona-de-casa repara que o ônibus está demorando demasiadamente e olha de novo para o seu relógio e a ambulante conta que já está saindo dali, pois precisa vender seus lanches, mas não vai imediatamente, permanece ali mesmo, parece que ela precisa desabafar algo que lhe incomoda muito e finalmente revela aos que estão lhe ouvindo e diz:

-- Estou exausta… Não dormi bem essa noite, pois descobri que minha filha é uma perdida na vida e a expulsei de casa ontem a noite mesmo, quando a surpreendi vomitando no banheiro, logo percebi que está grávida, pois sou muito esperta! E lhe mandei ir para a casa do rapaz que ela escolheu de livre e espontânea vontade para ser o pai da sua criança... Eu nem sabia que essa criatura já namorava! Não sabia que já tinha perdido a sua virgindade! Nunca a vi junto de nenhum namoradinho. Para mim essa perdida era ainda uma criança; a semana passada eu a vi brincando de boneca! E não consegui dormir nadinha, pois tenho muito medo de dormir sozinha. O pai dela nos deixou há dez anos e desde que isso aconteceu essa menina era a minha vida, ela era tudo para mim... Sabe, ela fez quinze anos ontem; e na minha imensa ingenuidade e no meu grande coração cheio de amor, acreditei que minha única filha era uma boa menina, mas agora já que a infeliz preferiu escolher essa vida de perdição… Pois está grávida de quatro meses e tenho a impressão que não é uma criança só não, parece que a gravidez é de gêmeos! A perdidazinha nem queria me contar que está grávida, acreditam? Eu tive até que lhe dar uma "boa surra" para ela me confessar! E ainda não quis me contar de jeito nenhum quem é o pai da criança… Sei que tenho de me acostumar com isso tudo; fazer o quê, não é mesmo? O mundo não é mais como na época de nossos pais! A geração de hoje já nasce completamente perdida, lamentavelmente! Eu fiz o que pude… Estou com a consciência limpa; fiz toda a minha obrigação que uma ótima mãe faria! Dei comida, dei roupas, dei brinquedos; fiz tudo isso por ela com muito trabalho e cansaço, eu só não tive muito tempo para dar mais carinho e para conversar bem com ela, pois eu trabalho muito! E qual foi o meu pagamento à toda essa dedicação? E eu que pensava que ela iria arrumar um emprego para me ajudar, mas não claro que não, ela me apareceu com todos esses bebês!

E mesmo depois da ambulante terminar de falar todos esses terríveis absurdos, pasmem-se, meu amigo leitor e amiga leitora, ninguém lhe dá uma única bronca ou conselho para ela cair em si e refletir sobre o seu caráter e a sua personalidade completamente tosca. E o rapaz magricela, além de não dar uma lição de moral na infeliz ambulante, e, ao invés disso, ele se empolgou tanto com o que ouviu dela, que resolveu falar sobre um outro fato também completamente despropositado que ocorreu dentro da sua família, e demonstrando, com isso, sem querer e sem perceber, o quanto brutesco são também os seus parentes, portanto, disse, convictamente, concordando com cada palavra da mãe da pobre menina que foi expulsa de casa por está grávida e está precisando muito do apoio e compreensão da pessoa que lhe colocou no mundo, então, o rapaz finalmente diz:

-- A senhora fez muito bem, essas meninas só pensam "uma coisa" na vida delas: em dar desgostos, em nos envergonhar perante aos vizinhos, em nos desonrar e em trazer a vergonha e o constrangimento para dentro de nossos láres, no seio das famílias de bem e que são tradicionais. Vocês acreditam que a minha irmã de dezesseis anos igualmente engravidou de um rapaz que ela nem o conhecia muito bem? Mas o meu querido e justo pai a pôs na rua, pois não ficaria sendo o adequado a uma família de pessoas que tem moral e bons costumes, permanecer com ela conosco em nossa casa, pois temos que dar bons exemplos. Essas meninas, perdidas, só querem saber de vadiagem mesmo! Certamente, acredito que meu pai e a senhora deram boas referências e devem ser seguidos por todas as pessoas de bem e que acreditam na família tradicional; assim as outras meninas que conviverem com essa situação farão com toda a certeza escolhas bem melhores que essas perdidas fizeram. Eu acredito com toda a minha convicção que o modo que o meu pai educa é a melhor alternativa!

O magricela defende isso com uma expressão facial de quem está dizendo a coisa mais certa e correta de todo o planeta e se cala orgulhoso de si mesmo; e igualmente ao fim do outro relato cheio de disparátes, ninguém lhe avisa do absurdo do que ele falou, todos balançam suas cabeças concordando com tudo o que esse aprendiz de tirano vomitou.

E disso, a dona-de-casa, que consegue ficar um minuto sem olhar para o seu irritante relógio dá o seu parecer para essa questão também:

-- Eu que só cuido da minha própria vida, sou justa, mas até já ouvi falar muito dessas meninas sem juízo e acho que inclusive tudo isso acontece simplesmente por uma pequena falha das mães dessas meninas perdidas por não darem algumas boas palmadas quando ainda eram pequeninas para apagar de uma vez por todas esse fogo todo e cortar o mal pela raiz… É isso mesmo o que a minha querida mamãezinha faria… Ela é quem sabe como educar corretamente… 

O homem que está acima do peso logo em seguida diz muitos outros desatinos:


-- Se eu fosse o governo daria um jeito nisso de alguma maneira muito prática e correta, eu seguiria os conselhos do meu pai: mandaria esterilizar essas meninas pobres que são sem juízo na cabeça! Seria até um favor para elas mesmo isso, pois nesses casos, essas infelizes poderiam curtir o imenso fogo que elas tem, mas sem ter os filhos que nem são, definitivamente, capazes de cuidarem! Então ficaria bom para todo mundo! Pois com certeza são os filhos dessas meninas sem nada dentro da cabeça que contribuem com a maior parte da desgraça para o nosso país estar tão ruim assim: elas, colocam muitos filhos no mundo, um atrás do outro num círculo vicioso sem fim… E na maioria das vezes elas nem sabem quem são os verdadeiros pais das suas crianças infelizes, e então, sozinhas criam os filhos e muitas vezes, quando "arruma" um homem, que normalmente são muito pióres do que elas mesmas, e essas desmazeladas sempre acabam apanhando deles; e quando essas crianças crescem um pouco já cometem muitos crimes, pois é da natureza deles… E logo eles roubam, eles matam, fazem toda a sorte de barbaridades ruins que estão na nossa cidade… E quando vão presos temos que sustentar todos esses criminosos; e o sistema prisional que é muito caro e ainda tem a comida, as roupas e sem falar das custas de todos os processos e ainda dos próprios prédios que funcionam essas prisões e tem ainda os fóruns e sem falar no dinheiro gastos com os guardas e com os policiais e com toda a estrutura que os fora da lei dão aos pagadores de impostos, ou seja, nós, as pessoas de bem que trabalhamos para sustentar esses bandidos... Por isso que deveríamos obrigar essas mães a abortarem… Acabar com isso logo, acabar com o grande mal antes dele nascer e proliferar!

E cada uma das pessoas que estão ali diz uma barbaridade, uma insanidade, uma injustiça, uma crueldade pior do que a outra; acham cada qual que têm um jeito melhor e todo especial de punir essas meninas e dar um bom exemplo que sirva para todo o mundo e reivindicam ainda uma oportunidade de provar "suas ideias, competência, sabedoria e justiça".

Mas de repente colocando a cabeça para o lado externo pelo buraco do muro do Hospício um dos internos olha para cada um dos que estão do lado de fora e com uma expressão de um observador decepcionado e incomodado pergunta:

-- Ei, ei, psiu! Ei, ei, psiu! Parem! Parem! Eu não aguento mais ouvir tantos absurdos! Vocês se acham pessoas sábias e justas, realmente? Eu me pergunto se vocês pudessem estar no governo mesmo, acham que seriam bons administradores? Sejam sinceros comigo! Acham mesmo que o que vocês fizessem em suas pretensiosas e absurdas ditaduras, teriam que ser copiados? Acham-se justos e sábios, mesmo? Isso até parece piada de louco. Fiquem sabendo que nem aqui dentro ouço coisas assim de gente sem juízo, semelhantes às tolices e devaneios que vocês falaram, e olha que aqui tem muitas pessoas bem perturbadas.

O interno diz isso e começa a rir sagazmente e após rir muito diz:

-- Vocês não têm um único pingo de entendimento e nem a mínima noção do que é justiça, nenhuma gota de noção do que é real, misturam tolices e tirania num espécime simbioticamente tão perfeita de modo tal que não é possível saber se vocês são mais tolos ou mais tiranos ou sei lá o quê vocês são… Confesso que nunca ouvi tantas maluquices, tantos absurdos, tantas injustiças juntas em tão pouco tempo! Vocês realmente são bons nisso… Parabéns! Espero que meu pai não tenha ouvido isso que disseram… Mas se quiserem se internar aqui eu poderia dar um jeitinho para que comecem o tratamento hoje mesmo. Estou aqui há pouquíssimo tempo, há dois dias apenas, mas já conheço os diretores desse lugar.

Ao escutar o que o interno disse a vendedora muito indignada com a petulância daquela intrusa e  não desejada figura que está do outro lado do muro e responde-lhe:

-- Você está nos ofendendo com suas palavras super agressivas e sem razão alguma, pare imediatamente com isso, não merecemos ser tratados de tal maneira não!

E o interno fecha os olhos bem apertados e depois os abrem arregaladamente e lhe responde:

-- Vocês são quem me agridem aos meus ouvidos, a minha sabedoria, a minha inteligência, ao meu bom-senso e à minha lucidez com todas essas asneiras que estão dizendo… Eu estava descansando aqui detrás deste muro e não consegui cochilar, pois achei que deveria ajudá-los a não dizerem mais maluquices! Nem mais absurdos! Se vocês quisessem eu poderia curá-los… Basta vocês acreditarem em mim… Foi para isso que o meu Pai me pediu para falar com vocês...

A vendedora de hot dog fica até vermelha de tanta raiva que sentiu  com o que o interno disse e lhe respondeu:

-- Fique quietinho aí, garoto bobo!

E o interno fechando um olho e arregalando o outro lhe diz:

-- Eu acho um misto de graça, mais também, de muita tristeza isso que vocês tolos fazem quando se encontram e começam a falar uns com os outros sem parar, essa parte é boa e interessante, eu gosto disso, vocês começam a interagir uns com os outros, mas depois vem a parte muito ruim, como vocês, são muito tolos, não têm conhecimentos de nada verdadeiro e edificante então, por isso falam somente tolices como é muito comum aos que são como vocês, o interessante nessa parte é que vocês o fazem sempre e de maneira bem espontânea: dizer tolices é bem fácil para os tolos, por isso basta um tolo abrir a boca e lá vem tolices. Ainda mais quando  vocês se juntam em bandos como aqui e agora, e a coisa fica insuportável de ouvir. Mas eu sugiro a vocês que no futuro escolham um único assunto, um argumento, uma única questão, algo bem específico mesmo, algo que vocês gostem muito e o estudem com muito afinco e dedicação e se transformem em especialistas nesse único assunto ao qual escolheram e quando vocês estiverem em um ponto de ônibus, por exemplo, com outras pessoas, possam dizer a elas coisas que entendam e que sejam verdadeiras e relevantes; assim essa conversa, esse interagir de vocês seria mais útil e edificante a todos, pois se cada um de vocês, bastante tolos, como são por excelência, compartilhassem algo que soubessem muito bem, pois são bem espontâneo, então, essa conversa seria muito proveitosa a todos, inclusive para alguém, como eu mesmo que a ouve quando está do outro lado de um muro tentando cochilar; e se vocês fossem como eu estou sugerindo, quando a conversa acabasse: todos vocês seriam pessoas com bem mais informações e com mais conteúdo e ainda com mais conhecimentos e isso iria ajudá-los a serem pessoas bem melhores do que são, e vocês, finalmente, poderiam repetir essa atitude boa em todos os lugares por onde fossem; e se vocês entendessem o que eu falo e não brigassem à-toa comigo e se me agradecessem como seria o correto, seriamos todos bons amigos. Eu estou fazendo a minha parte de bom amigo falando a verdade para vocês, pois tenho certeza que nenhum de vocês sabiam que são todos grandes tolos; e agora vocês poderiam, em retribuição e em sinal de boa vontade e de respeito a minha autoridade, e me dizerem algo que eu ainda não saiba: para que a nossa amizade seja reforçada e ampliada… 

O homem muito bravo o interrompe e diz em seguida:

-- Eu vou falar algo que você não percebeu ainda! Você não passa de um louco! E está nos atrapalhando nessa conversa super sadia aqui! Você está aí preso porque fez, faz e fará a mal à sociedade se estiver livre! É um doente mental… 

E o interno calmamente responde:

-- Louco é quem não tem capacidade de distinguir a realidade e vive na imaginação, na fantasia e na aparência e vocês se enquadram nesse perfil muito bem, eu não!… A verdade e eu somos a mesma pessoa… Mas, sim… É um fato que estou cativo aqui, mas não é totalmente contra a minha própria vontade, os internos me ouvem, estou aqui para ajudar a eles e a todos que quiserem me ouvir… Com a autoridade que tenho, posso sair daqui quando eu quiser… Eu não faço mal às pessoas não! Eu as liberto!

A dona-de-casa, de tão irritada que fica com o interno, nem pensa mais no seu compromisso e diz:

-- Então por que você está preso aí e nós estamos aqui fora livremente?

O interno, prontamente, responde a ela:

-- Mesmo estando preso aqui dentro sou plenamente livre pois eu faço a vontade do meu Pai, e vou em breve estar na liberdade  junto a ele; mas vocês sim: mesmo estando do lado de fora, estão  completamente presos na ignorância e muito fora do caminho da verdade e pelo que eu pude ouvir de vocês, sei que fazem muito mal à sociedade e principalmente aos seus próprios filhos com todas essas tolices  e tiranias que dizem e praticam intensamente… Saibam vocês que a incompetência e o desconhecimento são amigos muito íntimos da injustiça e da maldade… Por isso em breve vocês sim certamente estarão eternamente presos numa espécie de prisão e nunca poderão ir morar na casa de meu Pai. Se vocês não se arrependerem, se vocês não mudarem suas atitudes vai chegar um dia que implorarão que querem morar na casa de meu Pai e eu vou dizer que nem os conheço e que nunca os vi, eu ainda darei ordens para que se afastem de mim e do meu Pai.

O interno depois faz uma expressão de tristeza e como se estivesse em um hospital visitando alguém à beira da morte diz:

-- O mundo está muito doente, todos erram por falta de conhecimento e falta de entendimento… Erram quando julgam as circunstâncias e as pessoas apenas pela aparência… Erram também por ganância, erram pela grande maldade e pela imensa frieza de seus corações… Erram por vaidade... Eu sou a única cura para esse mal de vocês… Estou cativo aqui porque eu falei a verdade a qual o meu pai me ensinou e me pediu para ensinar a todos… Mas todos me detestaram e me rejeitaram… O que falei é loucura para todos, por isso me colocaram aqui  dentro… Ainda bem que existe este muro porque na verdade ele serve para me proteger das pessoas como vocês! Mas… Saibam de uma coisa… Se vocês fossem realmente governantes como desejam, iriam prejudicar  muito todas as pessoas que estivessem ao redor de vossas tiranias! Seriam péssimos exemplos… Eu jamais votaria em alguém semelhante a vocês… Jamais os levaria para conhecer o meu pai… Mas por causa do jeito que vocês são: não iriam gostar do meu pai e por vocês serem assim do jeito que são: pessoas ruins, meu pai também não deixaria que entrassem na nossa casa… Só se vocês ouvissem tudo o que ele me ensinou e mudassem completamente as atitudes de vocês… Vocês teriam que rejeitar e renunciar a toda a tolice que aprenderam com os seus pais… E com os outros "cégos" que estão guiando a todos vocês para um imenso buraco sem fim… Vocês teriam que acreditarem só no que o meu pai ensinou, porque: ele é o único que sabe o que é verdadeiro… Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor; todo ramo que, estavam em mim, não dava fruto, ele cortou; e todo que dava fruto ele podou, para que desse mais fruto ainda; por isso eu sou muito obediente, faço o que ele me mandou, por isso ele me ama… E se vocês se tornassem iguais a mim, meu pai os adotariam, seriam filhos de meu pai, então vocês seriam meus irmãos, seriam irmãos uns dos outros… E todos vocês poderiam ir para onde eu vou… Na casa do meu pai tem lugar para todos que forem iguais a mim… 

O rapaz aos berros, muito revoltado com tudo que o interno falou diz a ele:

-- Nós nem conhecemos o maluco do seu pai! E nem queremos conhecer!

O interno com um imenso amor diz:

-- Então vou falar um pouco sobre o meu pai para vocês conhecê-lo.. Mas, quem me vê também ao meu pai vê, sou igual ao meu pai, quem conhece ao meu pai também me conhece, somos um… O meu pai me ama muito; mas mesmo ele sabendo que vocês não vão me ouvir, ele insiste e me pede para falar com vocês… O meu pai acredita que quanto mais as pessoas não merecem o meu amor, mais essas mesmas pessoas precisam dele, do meu amor; por isso que ele me quer junto de vocês… O meu pai quer que eu seja o rei de vocês, o meu pai quer que eu reine sobre todos vocês, ele quer que eu seja o único rei de todos vocês; ele quer que vocês me amem e me obedeçam… Ele quer que vocês se tornem igual a mim… Obediente às coisas que ele me ensinou… 

O rapaz cada vez mais revoltado ainda com as coisas que ouve do interno diz a ele:

-- Não deem ouvidos a esse maluco, não vamos contrariar esse doido… Droga de ônibus… Por que será que está demorando tanto assim hoje?

O revoltado diz isso tentando desviar a conversa e fazer com que o interno os esqueça de uma vez por todas que eles existem.

E o interno solenemente dá um aviso importante:

-- O ônibus não vai passar aqui por algumas horas… 

A dona-de-casa se mostrando muito aflita quer saber:

-- Porquê? O que houve?

O interno a responde secamente:

-- Porque, com a autoridade que me foi dada, faço com que esse transporte demore bastante para passar; atuo assim quando preciso ensinar a verdade aos tolos, aos iludidos e aos que estão indo para o caminho errado e tem a sorte de parar aqui nesse ponto de ônibus e ter a oportunidade e privilégio de me conhecerem e eu lhes indicar o caminho correto.

Todos nesse momento riram muito dele e o interno calmamente disse:

-- O meu pai ao simples pedido meu, até alteraria a rotação do Universo para que o Sol parecesse que estaria parado no mesmo lugar, se eu lhe pedir, caso eu necessite… Mas se eu pedisse isso, todo mundo iria acabar achando que seria o Sol que estaria parado e não o Universo todo, as pessoas não sabem de nada, pois sempre julgam só pela a aparência das coisas, e pela as aparência do que pensam serem os fatos...

Quando interno disse isso todos novamente riram muito dele; mas ele sempre com muita calma diz:

-- Quem tem ouvidos para me ouvir, ouça, e seja livre da falta de conhecimento e nunca mais errará novamente: Se vocês soubessem o que é empatia, e conseguissem se colocarem no lugar do outro, seriam pessoas bem melhores do que o são na verdade; já que julgariam mais parecido com a maneira que eu julgo, a maneira que o meu pai me ensinou… Se vocês conseguissem agir com amor seriam bem melhores… Pois seriam mais parecidos comigo e com o meu pai… Eu posso ensinar a vocês todos a amarem ou ter empatia… Basta que vocês renunciem a si mesmo… O meu pai iria ficar muito feliz com vocês se me ouvissem com amor e carinho…

A dona-de-casa que, neste momento, está no limite da sua minúscula paciência se manifesta:

-- Meu rapaz… Vai tomar o seu remedinho, dorme bem gostoso e calminho, tudo bem? Aqui estamos falando sobre coisas sérias e importantes, só pode participar pessoas adultas e saudáveis mentalmente, não percebe? Pegue o seu rumo… 

O interno em tom de deboche responde:

-- Estão falando sério?

 De novo começa a rir e diz:

 -- Nem quero estar aqui por perto, expondo os meus ouvidos sensíveis as tolices, quando vocês estiverem brincando de serem tiranos, injustos, ditadores, cárráscos… Mas, direi mais uma coisa a todos… Não é necessário  ser um governante para mudar o mundo e ser um bom exemplo a ser seguido… Vocês poderiam mudar o mundo pouco a pouco com pequenos e singelos gestos, com boas atitudes simples porém cotidianamente; cada um dos bons atos que fizessem, iriam resultar em pequenos e muitos bons frutos, e quando tudo isso fosse somado, o mundo estaria mudado. Veja bem, se cada pessoa se preocupasse em fazer somente o que é o certo individualmente, isso por si só já seria muita coisa, pois, quem faz o certo já ajuda o outro a não érrár por vários motivos, um deles é o exemplo, o outro, os filhos vão imitá-lo, e a pessoa vai ter moral para corrigir os outros; quanto mais gente fazendo o certo menos gente estará fazendo o errado.

Todos riram intensamente do interno nesse instante; a ambulante até quase não consegue falar por não conter o riso, e com um falso tom de bondade, como é muito comum os tolos fazerem, finalmente ela diz debochando dele por fim:

 -- Parabéns, garoto, conseguiu passar no teste que inventei neste instante, testei a sua maluquice e você com certeza é o maior de todos os muitos loucos que eu já vi! Por falar nisso… Não está mesmo atrasado para tomar o seu remedinho e ir dormir? Quantos aninhos você tem? Dez? Onze? Quantos são?

Quis saber a ambulante e o interno aponta com a mão direita doze dedos em três vezes abrindo e fechando a mão com quatro dedos levantados de cada vez. E tentando mostrar a todos que o que ele está falando tem coerência então calmamente ele diz:

-- Mas é verdade o que eu lhes disse, vocês iriam  tornar o mundo melhor verdadeiramente mesmo com apenas pequenos e singelos gestos corretos e precisos… Basta vocês fazerem sempre a coisa certa e da maneira correta... Mas por outro lado se vocês fossem governantes, cometeriam grandes injustiças com o povo… E iriam entrar para a História como os grandes tiranos… Mas vocês querem saber o que mais poderiam fazer para mudar de uma maneira muito positiva e efetivamente ao seu entorno, perto de si, e isso influenciar boa parte de todas as nações?

Todos em uma só voz respondem:

-- Não, não queremos! Guarde para você mesmo as suas ideias de maluco.

Mas o interno assim mesmo diz:

-- Esses são apenas alguns dados que mostram como as crianças são tratadas: Em todo o mundo morrem por mês cerca de novecentas mil crianças: devido à pobreza… A mortalidade infantil no mundo, diariamente, dezesseis mil crianças morrem sem completar cinco anos… No mundo todo, a cada minuto, cinco crianças morrem por desnutrição; a cada minuto uma criança sofre acidente de trabalho. Acidentes domésticos lideram causa de morte de crianças no Brasil… Síndrome dos maus tratos às crianças aumenta trinta e seis por cento, e… As mães estão entre os principais agressores… Setenta e cinco por cento das vítimas têm menos de dois anos… Cinco em cada cem crianças agredidas morrem por causa da violência… Os meninos são as principais vítimas, pois, têm mais cólicas e choram mais, o que faz alguns adultos perderem a paciência… Quarenta crianças são abusadas sexualmente a cada dez minutos… Pouquíssimas pessoas fazem algo para proteger essas crianças. As pessoas não se comovem, parece que as vítimas são apenas números… Mas de quarenta mil crianças morrem, por ano, no mundo todo, por serem fumantes passivos... Parece que todas as pessoas acham que isso é um problema que só o governo deve resolver… Essas crianças precisam, urgentemente, serem protegidas, o meu pai ficaria muito feliz com quem, verdadeiramente, protegessem essas crianças, por isso que ele me pediu para falar com as pessoas… Sobre isso… 

O interno faz uma pausa e depois continua:

-- Vocês poderiam esquecer essa história de mudar o mundo sendo governantes, pois, vocês são tolos… E ainda, seria muito difícil de vocês chegarem ao poder, nunca chegariam, parem de falar bobagens… Esqueçam isso… Mas vocês poderiam sim mudar o mundo simplesmente sendo bons pais educando e protegendo muito bem os seus filhos. Isso vocês poderiam fazer, isso vocês devem fazer… Mas o modo correto de educar as crianças é copiando como meu pai me educou; por isso que eu sou assim… Eu nunca erro, pois só faço as coisas exatamente como o meu pai me ensinou… Mas voltando ao assunto já que vocês não me ouvem, pelo menos vocês teriam que procurarem uma boa educação orientada por especialistas, então teriam que abrir mão do tempo que vocês gastam fazendo coisas erradas e usar esse mesmo tempo precioso para fazerem o bem para as suas crianças. Mas para isso vocês teriam que estudar muito a questão, cada detalhe, levar bem a sério mesmo o estudo, se dedicar, tem que praticar, se esforçar e aplicar os conhecimentos; mas se vocês fizessem isso tudo como eu estou falando iriam colher bons frutos, vocês mudariam o mundo para melhor aos poucos, mas continuadamente com cada geração sendo melhor que a geração passada e as futuras gerações também sendo melhores que as que vieram antes delas. Eu estou dizendo isso porque me preocupo muito com os seus pequeninos, preocupo-me com a maneira como vocês se comportam, e, como estão educando pessimamente as suas crianças, são pais horríveis… Vocês receberam péssimas educação e valores dos seus pais e estão passando isso aos seus filhos… Vocês são muito preconceituosos e sem orientaçôes corretas… E do jeito que vocês pensam e educam seus filhos e eles ouvindo os seus conselhos e vendo as suas atitudes e as copiando: esses inocentes serão duas vezes mais insensatos do que vocês… E eles vão educar as crianças deles por causa de vocês de modo que serão três vezes mais insensatos do que vocês e os filhos deles por causa dos seus filhos que vocês educaram mal… Serão péssimos pais… E eles vão julgar as pessoas muito mais insensatamente do que vocês o fazem agora… E o meu pai não gosta nenhum pouco de como vocês são… Ele não gosta de como vocês influenciam os pequeninos inocentes que estão sobre suas responsabilidades… 

O homem que está acima do peso, acreditando que é um ótimo pai e indignado com o que acaba de ouvir do interno e imediatamente diz:

-- Por que diz essas coisas sobre nós? Você não tem esse direito; pagamos caro os nossos impostos para você ter esse bom tratamento de graça e nos retribui com essas ofensas gratuitas e sem sentido?

O interno prontamente com uma atmosfera de desafio responde com uma pergunta:

-- Vocês sabiam que eu também inventei um teste? Sim; eu inventei agora: para provar que vocês não seriam bons governantes… Eu poderia propor esse teste e mostrar para vocês que tenho razão no que estou lhes dizendo? Se eu pusesse vocês dentro do meu super simulador de realidade virtual e o programasse para que ele tenha todos os elementos totalmente detalhados do contexto de uma história que uma pessoa é um governante e tem um grande problema relacionado com crianças para resolver, vocês poderiam, por favor,  me responder o que fariam no passo seguinte da situação, quando fosse pausado o simulador? 

E as quatro pessoas que estão no ponto de ônibus, em uma só voz, perguntam:

-- Você tem mesmo esse super simulador aí dentro?

E o interno ri muito deles e depois diz:

-- Claro que não, deixem de ser bobos, eu sou um interno em um hospício, como eu iria ter alguma coisa desse tipo aqui dentro? E esse tipo de simulador nem existe… Mas tenho algo que pode funcionar ainda melhor.

E quando o interno diz isso todos querem saber o que é e ele explica rapiadamente assim:

-- Se eu fosse um escritor eu seria muito bom, então posso criar esse contexto e ir contando e vocês escutam e simulam em suas cabeças o ambiente e entram no clima da história e se imaginam totalmente dentro dela. Sabia que a melhor maneira de ensinar alguém é contando uma história? Vocês sabiam que eu sou o melhor inventor e  o melhor contador de parábôlas que já pisou nessa terra?

Todos se entreolham e riem do interno, mas, mesmo zombando muito dele aceitam o tal teste, querem rir mais dele, e ele faz uma cara de quem vai dizer algo muito importante e, finalmente diz:

 -- Então prestem a atenção. Vou contar o começo de uma história muito chocante e triste, mas, igualmente importante e vocês terão que me responder algumas perguntas sobre a continuação desse enredo, e através de suas respostas, eu darei o resultado para ver se vocês seriam, mesmo sábios e justos, e se seriam mesmo, bons governantes, e se seriam bons protetores de crianças inocentes, e se seriam mesmo copiados com todas as honrarias pelo mundo todo… Certo? Vocês entenderam? Vocês aceitam responder o teste?

E todos ficaram tão curiosos para ouvir a história que até se esquecem do ônibus que estranhamente ainda não passou.

O interno suspira profundamente e começa:

 -- Imaginem que um super carro esportivo importado, novíssimo, com certeza acabou de sair de uma revendedora; e vem em uma velocidade superior a cento e oitenta quilômetros por hora em uma avenida muito comprida que começa plana, tem uma descida bem acentuada que termina onde tem uma curva para a direita e outra para a esquerda formando um “T” gigante em frente a um muro do Parque Nacional. Imaginem que o motorista não consegue fazer a curva nessa velocidade toda, e perdendo desta forma o controle da direção do carro, e na sequência atropela e mata no ato, duas crianças que, inocentemente, brincavam no meio-fio da calçada; uma das vítimas tinha apenas dois anos e meio e a outra mais jovem ainda, quase um bebê, ela tinha apenas e tão-somente um ano e meio. O automóvel parou somente quando se chocou em uma proteção enorme e improvisada feita de pneus usados. O carro fica muito comprometido, perda quase que total. O motorista está inconsciente, mas, ele se salva ileso, pois, usa cinto de segurança e o sistema de airbag do seu carro importado e muito caro funcionou perfeitamente. Alguns minutos depois, os pais dos inocentes, que moram a uma quadra dali, à esquerda da curva do atropelamento, em uma ocupação irregular, junto com os amigos, vizinhos e outras pessoas que chegam, olham e querem dar cabo da vida do motorista a pauladas, a chutes, a socos, a pontapés; e outras pessoas têm em mãos ferramentas de trabalho, vários tipos de armas de fogo e com outras coisas que podem ser muito úteis para dar fim a vida de um homem de uma maneira muito cruel e sanguinária… E isso tudo está acontecendo num sábado às 20h35min. Tudo isso que está acontecendo é muito perto do palácio real que fica apenas a duas quadras à direita da curva do acidente. Dentro desse palácio está acontecendo um evento muito importante, faz apenas dois dias que foi coroado um novo rei... E esse monarca, recentemente, há três meses antes da coroação, foi considerado ser a pessoa mais sábia e justa de todos os tempos, com base em muitos testes feito por uma importante agência especializada mundialmente reconhecida... Agora, nesse instante, enquanto acontece o tal acidente, esse rei está sendo entrevistado pelas vinte mais respeitadas emissoras de televisão de todo o planeta... E todas essas emissoras, estavam há dois meses anunciando essa seríssima reportagem, e agora a transmitem, ao vivo para o mundo todo, com as suas devidas traduções simultânea feitas localmente em cada lugar do mundo onde chegam os sinais via satélites. Esse evento, similar a uma entrevista, meio aula ou palestra, foi bastante recomendada por vários dos maiores filósofos, por professores e por psicólogos, por antropólogos, por cientistas e por outros profissionais competentes; esse evento importante foi proposto com uma espécie de um presente para toda humanidade, pois, o mundo todo está cheio de ignorância e injustiça e a ideia é que, sendo o rei o homem mais sábio e justo de todos os tempos, pudesse inspirar sua sabedoria e justiça nas pessoas de todas as nações, pois, há uma finalidade em especial: tornar o mundo um lugar completamente seguro para as crianças.

Entretanto, o rei não dormiu bem essa noite e está muito indisposto, quase que ele cancelou de última hora esse evento, mas, seria muito complicado mudar a data para outro dia distante, então, por esse motivo, resolveu fazer esse grande esforço de ensinar aos povos de todas as nações.

No momento em que acontece o atropelamento e as mortes das criancinhas o rei fala sobre grandes feitos realizados pela autoria de sua própria sabedoria, quando entra desesperadamente um dos guardiões do palácio e se atreve a se aproximar do monarca e o interrompe no meio da entrevista e todos acham que, “ o intruso “, jamais poderia ter feito tal coisa num evento desse porte; e na sequência ele chama o rei num lugar privado próximo e conta que há uma multidão se organizando para linchar um motorista que matou duas criancinhas, em um atropelamento onde, por todo o lugar que se olhe, há muito sangue inocente derramado.

Um jornalista, de uma televisão famosa, sempre muito atento, ouve o guardião relatar a questão ao rei, então ele, atrevidamente, mais do que o guardião, ousa chamar o rei na frente das câmeras: sugere e solicita ao monarca para que ele mostre, ao vivo, ao mundo todo, como resolver um problema dessa magnitude, com sabedoria e justiça, para que seu exemplo possa ser compartilhado por todas as pessoas, pois, é esse o objetivo da entrevista: ensinar o povo a ser sábio e justo, e como há crianças envolvidas, resolvendo ao vivo um caso desse: poderia ser mais educativo, e as crianças seriam eficazmente protegidas da violência.

O rei aceita a sugestão e começa a se deslocar e todas às cerca de setecentas pessoas, deixam rapidamente as dependências do palácio real e acompanham o rei em direção ao local onde parece que, infelizmente, teremos um iminente linchamento.

Nesse momento a metade da população mundial está vendo tudo isso, pois, essas pessoas se lembraram que haveria esse evento e se interessaram e puderam assistir à entrevista, agora estão em choque e extremamente comovidas com a situação, e toda essa metade que está assistindo ao vivo, e em prantos, todos eles têm o mesmo pensamento: avisar sobre o ocorrido à todas as pessoas que conhecem; e é a primeira e a única vez na história que todos os telefones do mundo inteiro entram em atividade simultaneamente, todos estão fazendo ou recebendo chamadas: são pessoas avisando para os amigos, avisando para todos os parentes, ligando para os vizinhos e assim todas as pessoas são avisadas do que está acontecendo, e todas que foram avisadas deixam seus compromissos e seus afazeres, mesmo os mais importantes.

Agora o mundo todo está diante de suas televisões, pois, as emissoras estão fazendo com que a coisa toda fique cada vez muito maior, muito mais dramática, mais emocionante, e tudo isso, por causa de como são mostradas e narradas todas as cenas do acidente pelos apresentadores de televisão sensacionalistas e pelos  jornalistas irresponsáveis; eles mostram cabeça num canto do muro, braços em outros lugares próximos, pernas em outro canto, e sangue por todo lado, e todos que estão assistindo ficam, cada vez mais comovidos e  profundamente chocados com que aconteceu com as criancinhas inocentes nesse impressionante acidente de carro ...

Todas as pessoas estão muito ansiosas para saber do desfecho desse violento e inesperado caso e saber como se faz para ser uma pessoa sábia e justa. Muitas das pessoas estão até com bloquinhos de notas ou cadernos e canetas para anotar cada atitude, cada detalhe e cada reação, do homem mais sábio de todo o planeta. Não querem esquecer de nada e aprender, definitivamente, com uma pessoa sábia e justa conduz os acontecimentos, os fatos.

Ainda, desejam aprender a ser uma pessoa protetora de crianças.

Talvez por causa de todo o sangue, ou, por tudo, que a situação em si causa e mexe com o ser humano: todas as pessoas prometeram para si mesmo e para todos os que estavam perto deles e principalmente para as crianças que iriam fazer exatamente tudo o que o monarca sábio mandar: pois, amam as crianças mais do que tudo na vida, e cada qual, imaginando as crianças mortas, pegam no colo seus filhos e abraçam bem forte e ficam felizes e aliviados por não serem os filhos deles os mortos.

Quando o rei chega ao local da tragédia logo vê que a criancinha de dois anos e meio está com metade do seu corpinho no capô do carro e a outra metade no interior da máquina que custa meio milhão de dólares que lhe ceifou a vida. A pequena vítima está sem o braço esquerdo e o resto do seu corpo está todo retorcido; jorra sangue inocente de cada póro de seu cadáver infantil que ainda retém um pouco de calor.

A outra pequeníssima vítima, de apenas um ano e meio, foi arremessada contra um poste, tendo a cabeça e os braços decepados; o frágil corpinho está todo desfigurado. O sangue inocente das pequeninas vítimas " lava toda a calçada “. O rei olha para o motorista e ele “ dorme “ como se estivesse em sua própria cama, tranquilamente, “dorme” como se estivesse feito a coisa mais linda do mundo e agora está dormindo “o sono dos justos” e nem passa por sua cabeça que ao seu redor o povo está afoito para fazer o que essas pessoas chamam de justiça com as próprias mãos.

Nesse instante, o rei concentra o seu olhar no motorista, e é interrompido pelo choro de uma mulher que se aproxima, se ajoelha aos seus pés e com muita dificuldade, diz:

-- Majestade, me escuta, por favor, sou a mãe destas criancinhas assassinadas por esse monstro! Quando me casei era muito jovem, todos cobravam que eu tivesse filhos, eu nem queria ter filhos logo, mas, também, eu não conseguia engravidar, precisei fazer muitos tratamentos para conseguir, enfim, depois de dez anos consegui. Sofri muito com os enjôos, com as dietas, com os exercícios, os partos foram difíceis, demorados, perigosos e doloridos. Depois que meus filhos nasceram tivemos muitos problemas financeiros; eu não tinha mais tempo para fazer as coisas que fazia antes deles chegarem, mas amor, carinho, cuidado e dedicação isso nunca faltou não! E agora, depois de tudo que eu passei; aí, vem, este assassino e tira de mim os meus filhinhos amados e queridos? Eu quero… Quero não! Eu exijo que vossa majestade o mate também! Ele matou minhas criancinhas inocentes. Mate quem provocou esta dor profunda em mim! Mate quem deixou esse vazio em mim! Mate quem matou a minha alegria de viver! Mate o culpado! Faça a justiça! Dê um exemplo para que outros assassinos pensem bem antes de tirar a vida de inocentes e indefesos! mate esse destruidor de famílias felizes! Majestade, o senhor tem que punir ele po
24/06/19 10:38 - Uma Mulher Um Poema

MINHAS PUBLICAÇÕES RECENTES
COLETÂNEA DE TROVAS/01 - (PROJETO A TROVA DO DIA , DO POETA OLAVO)
AFETIVIDADE.
UMA FELIZ SEMANA A TODOS!
24/06/19 10:07 - Maria Leni Batista
BC9662-001.jpg
Passarinho na gaiola
Quer voar agora
Pra fora!

Hoje, segunda-feira, dia 24 de junho, além de Dia de São João, é também dia do 'Seu' João, aniversário de, dentre outros, os recantistas João Adolfo Guerreiro ( Perfil  AQUI, Textos  AQUI e Áudios  AQUI ) e Francisco Willians ( Perfil  AQUI  e  Textos  AQUI ). Nossos "Parabéns" para eles, com votos de saúde e bem-estar, além de Felicidades, hoje e sempre.

 

Parabéns pra você, tia Miriam         Parabéns, Tia Miriam
 
...
             POESIA   SONORA :
Ouça boa música com Osnir Veríssimo : Alô  Brasil ( Áudio AQUI e Letra AQUI )        
 
24/06/19 03:08 - poeta Adailton
A CAIPIRINHA DO SEU ZÉ
Musica sertanejo -modão
A CAIPIRINHA DO SEU ZÉ
Seu zé me dá uma caipirinha para eu tomar
Eu quero embriagar uma dorzinha aqui dentro do peito
Seu zé essa caipirinha tem sabor de amor que acabou depois que ela olhou e quebrou meu celular
Bote outra aí seu zé!(refrão)
Seu zé o meu celular não tem mais conserto, mas essa dor aqui dentro do peito só a caipirinha pode curar
Bote outra aí seu zé!(refrão)
Seu zé bote açúcar de montão que eu quero adoçar a amargura de uma paixão mal resolvida,pois ela é tudo na minha vida.
Bote outra aí seu zé!(refrão)
Seu zé bote bastante cachaça e mexe bem.Mexe como ela mexeu comigo, pois eu a perdi pro meu melhor amigo
Bote outra aí seu zé!(refrão)
Seu zé essa caipirinha me embriagou e o gelo que o senhor colocou não esfriou o meu coração.
Bote outra aí seu zé!(refrão)
poeta Adailton
Enviado por poeta Adailton em 06/03/2019
Código do texto: T6590661 
Classificação de conteúdo: seguro
somerights20.pt.pngEsta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
24/06/19 00:59 - Matheus de Jesus Brito
Não é questão de saber que a pessoa certa estava o tempo todo do seu lado e nunca ter avisado sobre a sua paixão nela, a questão é que o amor é o sentimento mais "infeliz" do mundo.
23/06/19 22:41 - LAURO PAIXÃO
23/06/19 22:32 - oliprest
Equívoco Cristão

Existem preconceitos no meio do povo que sem tem como de Deus. Um deles é pensar que o sangue de Jesus derramado no calvário purifica de todo pecado que se cometer. Será assim? Vejamos:

Jesus disse para os seus discípulos: "João 6:53. Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. 54. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia. 55. Porque a minha carne verdadeiramente é comida, e o meu sangue verdadeiramente é bebida. 56. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue permanece em mim e eu nele. 57. Assim como o Pai, que vive, me enviou, e eu vivo pelo Pai, assim, quem de mim se alimenta, também viverá por mim."

Mas como é que se come a sua carne e se bebe o seu sangue? Veja:

Marcos 14:22. "E, comendo eles, tomou Jesus pão e, abençoando-o, o partiu e deu-lho, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo. 23. E, tomando o cálice, e dando graças, deu-lho; e todos beberam dele. 24. E disse-lhes: Isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que por muitos é derramado."

Mateus 26:28. "Porque isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que é derramado por muitos, para remissão dos pecados."

Mas, muitos pensam que o sangue é o que foi derramado por ocasião da crucificação. Aquele sangue não é possível mais beber, e não se podia beber. Na ceia é que é firmado a aliança com o seu sangue, o qual é tomado simbolicamente.

Depois, diz o Espírito Santo por João:

"Qualquer que é nascido de Deus não permanece em pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus." l Jo. 3:9.

Mas dizem que todos somos pecadores e que Jesus já cumpriu a lei, que ninguém conseguiu guardar a lei, só Ele.

Diz o Espírito Santo: "Os seus mandamentos não são pesados". I Jo. 5:3, u.parte.

E mais:

"Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia." Jo. 6:54.

Então quem não comer a ceia não terá vida eterna.

Manaus-Am, 03/06/2019

Oli Prestes
Missionário
23/06/19 22:14 - Éllen Borges
                                        
Boa noite!
Sabe quando você se entrega à um sentimento e à uma amizade,
mas não é correspondido? Esta poesia fala sobre isso!
Entre no site e termine a leitura desta e outras poesias.
www.ellenborgesmoraes.com

NÃO FOI RECÍPROCO!💔

Hoje me recordei do que aconteceu.
E mesmo que eu não queira...lembrar, doeu...
(...)
Acreditei que sendo verdadeira, você entenderia
o meu jeito de ser e aceitaria a minha maneira...
Mas, sinto que errei em "ser eu mesma".

No início foi bem diferente... Nos falávamos diariamente,
quase que constantemente.
Isso foi estreitando os laços entre a gente.
Lembro-me que ao perceber a sua tristeza, me preocupei...
Fiz o possível para o seu dia alegrar...
e "em troca" queria apenas a sua amizade...
Contudo, também errei ao esperar reciprocidade.

Com as minhas lutas você não se importou.
De mim, simplesmente pouco a pouco se afastou.
A minha amizade você desmereceu.
A minha atenção, mal agradeceu.
E o meu afeto, não reconheceu.

Somente agora percebo que não tive realmente
a sua amizade, a sua preocupação e o seu carinho.
Talvez, você nunca quis de fato ser meu amigo.
E mesmo que seu distanciamento machuque a mim,
não irei nessa história insistir (...)
 
AMOR MUSICAL
 
Na madrugada senti
teu calor na minha pele
nossa melodia
 
 


Esta página é atualizada a cada 5 minutos
Última atualização em 26/06/19 14:51