Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu Mesma, Sempre!

Esse nome que não sei de onde vem
Umas vezes, tantas, já motivo de apelidos e diminutivos

Mas que ao tentar-me indiferente
Era atraída a ele, durante anos,
Sucessivos períodos alternados
Mistos de repúdio, curiosidade, orgulho
Atormentavam a minha alma

Silente, vigilante, desconfiada:
Efêmero, altivo, peculiar
Mesmo com o peso de alguns séculos
Protegia-me, acariciava-me, desafiava-me
Reaja! Mostrem-lhes quem somos!
Essência de luz, amizade e amor.
Arsenia Rodrigues
Enviado por Arsenia Rodrigues em 02/02/2007
Reeditado em 26/06/2008
Código do texto: T366752
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Arsenia Rodrigues
Salvador - Bahia - Brasil
69 textos (7716 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 04:32)
Arsenia Rodrigues