Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Homenagem a Eliana de Freitas

Neste desfile...belezas mais de mil: -




Em verdades e inverdades
Lá vem a superficialidade
Indiferente à desculpa esfarrapada.
Assim é expresso o caminhar
No já fui virgem, vou contar
Aos homens, perdida e amedrontada.

Da esperança da nossa vida
Eu, tu e mais uma partida.

Foi isso! Deixei na estrada
Relato da cantada inusitada,
Em beijo, abraço, aperto de mão,
Inspirada em fugir da coisa. Do nada!
Tudo, no final da novela a emoção
Atrai os homens ao coração.
sempre aos seus leitores, a alma virada.
Zé Albano
Enviado por Zé Albano em 17/10/2007
Reeditado em 17/10/2007
Código do texto: T698361
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zé Albano
Portugal, 66 anos
1190 textos (81568 leituras)
9 áudios (640 audições)
1 e-livros (93 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 03:33)
Zé Albano