Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Acróstico ''Mulher em poesia''.

M ulher; uma poesia em forma de mulher.
U ma apenas uma mulher, pra mim já é o bastante.
L ua do meu sol, mesmo a noite vejo teu brilho.
H orto das ágatas margaridas rosa flores de lírios
E strela do meu presente, fruto doce do meu pomar.
R eal e verdadeira, até nas maiores dores do parto.

E m sua vida o amor é afeto que a leva ao feto da vida
M ulher mãe, na dose e na medida mais que exata.

P orto meu porto, de porta sempre aberta pro meu mar.
O tudo do meu todo, o todo do meu tudo por inteiro.
E ssência primordial dos meus versos, rimas e estrofes.
S erenidade representada no falar e no encanto, meu mel.
I luminadora dos meus dias e musa desses versos poéticos
A ti tenho dedicado todos os meus melhores momentos.

Dedico esse acróstico ''Mulher em poesia'' a todas as mulheres do mundo em especial a minha mulher, Ivone Luíza da Silva, que não tem fugido da luta, esta sempre ali na batalha, uma guerreira.

José Aprígio da Silva.
Feito: 26/10/07.

JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Enviado por JOSÉ APRÍGIO DA SILVA em 26/10/2007
Reeditado em 26/10/2007
Código do texto: T710726


Comentários

Sobre o autor
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA
Ceilândia - Distrito Federal - Brasil, 61 anos
1915 textos (182501 leituras)
1 áudios (52 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/03/21 05:32)
JOSÉ APRÍGIO DA SILVA