Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANDREIA HELENA

                   ANDREIA HELENA

A noite estendeu seu manto, convite para sonhar. Adormeceu o Sol.
No firmamento, pontos prateados povoam a imensidão. Lua quieta.
Dormem homens e feras, apenas noctívagos vagam sem saber que
Rumo seguir. São boêmios, pirilampos, insones, poetas e ...Eu!
Embora consciente, pareço sonhar, flutuar em pensamentos.
Inascecivel dimensão penetro; percorro estradas tortuosas pois de
Alguma maneira tenho que chegar.

Horas se fundem em dias e eu a meditar na forma mais rápida de te
Encontrar. Meu sonho acordado dá resultado: sinto tua presença.
Lado a lado caminhamos de mãos dadas, tua presença e eu... silêncio.
Encontro marcado nesta dimensão desconhecida, será sonho?
Na madrugada fria estou a delirar...
Amanheceu...acabou sonho-delírio...te encontrarei?...me esperas?...
                         
                        Acaso não existo?
                        Não pensas em mim?
                        Devo convencer-me
                        Renunciar a tí?
                        Entregar os pontos...
                        Iniciar retirada...
                        Acabar em prantos?

                        Hoje confiante
                        Espero contente
                       -Lua, minha amiga-
                        Essa tão querida
                        Namorada bela,
                        Andreia Helena

Pedro Gonzalez
Enviado por Pedro Gonzalez em 04/11/2007
Reeditado em 15/11/2007
Código do texto: T722942
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pedro Gonzalez
Paraguai, 61 anos
190 textos (12621 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/17 18:12)
Pedro Gonzalez