Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PEDAÇOS DE FAMÍLIA



Fui visitar meus irmãos e sobrinhos por alguns dias já que esse
ano não irei passar com eles o Natal e o Revellion e, cheguei à conclusão que a distância acaba provocando outro tipo de distanciamento nas pessoas.

Meu estilo de vida mudou enquanto o deles permanece o
mesmo. Para eles, sou mais abastada e, por isso, é mais fácil
para eu viajar o que, não é verdade. Apenas, tenho um jeito
diferente de ser e de viver, não tenho nada além que muitos
deles.

A família só existe de verdade enquanto seus ícones estão
presentes.

É pai. É mãe. Já não somos aquela grande, adorável, difícil, problemática, maravilhosa e unida família que sempre viveu
na casa maior do mundo, do tamanho exato do coração de
vocês, sempre prontos a acolher mais alguém!

Quem chegasse, quem viesse...

Hoje somos pedaços de família espalhados aqui e acolá, cada um
com suas manias, suas fraquezas, suas dores, seus sonhos, suas lembranças e, com certeza, com suas saudades, mas, também, infelizmente, um tanto egoístas!

É por isso e por algumas coisinhas mais, talvez, pela pequenez de nossos corações, que esse ano, corre o perigo de não ter NATAL,
pelo menos o Natal que a Karla tanto quer.

De minha parte, quero pedir perdão, primeiro a vocês, pai e mãe
por não conseguir juntar sempre, todos os pedaços da família e, depois, a você Karla e a você Daniel, por morar tão longe e, por
não acreditar no Papai-Noel com certeza pela dureza do meu coração. . .
Ana A. OTTONI
DF/05/11/2007
Ana Aparecida Ottoni
Enviado por Ana Aparecida Ottoni em 12/11/2007
Código do texto: T734446
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ana Aparecida Ottoni
Praia Grande - São Paulo - Brasil, 66 anos
63 textos (9516 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/12/17 11:33)
Ana Aparecida Ottoni