Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MELANCOLIA? SÓ POR UM DIA!

Meu coração bate em descompasso
Entrego-me em rudes devaneios
Longe do seu olhar, distante do abraço
Ando em círculos neste espaço
Nossos fins desconhecem os meios
Corro sem rumo, sem freios
Ouço no silêncio seus passos
Latejando feito turbilhão
Investe contra mim o fracasso
Ancoro meu barco no porto solidão

aMo-te calado, triste segredo
vEjo-te em cada sonho, a cada dia
aLivia meu sofrer, meu medo
sAber que o que sinto não é brinquedo
eNgano minh'alma, trágica covardia
aCeito o sofrer, entrego-me à agonia
cOntudo, desisto deste enredo
aLegro com rimas meu coração
vIsto-me de esperança, sei que é cedo
pAra amar-te com carinho, afeto e paixão.

CoMo não amar tão linda flor?
CrEio que seria uma leviandade
CaLo no peito de vez toda dor
clAmo aos céus, quero seu amor
CaNto seu nome com suavidade
FaCeiro é o desejo sem castidade
PrÓximo do teu corpo, sinto seu calor
CaLor que me enche de paz e alegria
PrIncípiando um sonho multicor
NuAnce que encerra essa MELANCOLIA!

Edil Franci
Enviado por Edil Franci em 18/11/2007
Código do texto: T742053

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Edil Franci e o site www.recantodasletras.uol.com.br/autores/edilfranci). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edil Franci
São Paulo - São Paulo - Brasil
903 textos (75110 leituras)
2 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/17 17:53)
Edil Franci