Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LADEIRA DA SAUDADE – Ganymédes José (1983)

A narrativa conta a história de Lilia, uma jovem adolescente que sendo filha única tem uma mãe que contraria seus sentimentos (uma senhora metida e ranzinza com o “Eu” de dentro feio), porém seu pai, um amável médico a entende e lhe faz uma proposta para que esta viaje com sua tia-avó Ninota que veio rapidamente a cidade de São Paulo para fazer alguns exames rotineiros de coração, e que retornaria para Ouro Preto em Minas Gerais.
Na viajem a Ouro Pedro, Lília descobre belas paisagens misturadas a muitas belas histórias reais refletidas nos monumentos esculpidos por Aleijadinho e outros e assim com a ajuda de Candinha (empregada da tia) conhece um grupo de fantoches denominado “Pedra Sabão” criado por Dirceu, Tampinha, Daniel, Wandersi e outros que expõe histórias verídicas de principais acontecimentos na cidade.
Lília ao conhecer Dirceu se encanta e compara ao seu ex-namorado Marcos César descobre que o amor é além daquilo que imaginou. Sua tia, lhe alerta ao cuidado, e assim, Lília visita várias imagens, a ladeira da Saudade com Dirceu, e ainda descobre histórias novas, visita capelas, praça Tiradentes, Igreja do Pilar, Igreja de São Francisco, a rua de Gonzaga, Mestre Lisboa, Chica da Silva, Morro da Forca e outras cidades além de experimentas os sabores de comidas típicas da região. A ladeira da saudade é o local em que os pais de Dirceu deram este nome por conta do início do romance.
Diante da trama desenrolando, Lilia imaginava o conflito sobre seu novo romance ao refletir que sua família poderia ter preconceito racial com o mestiço Dirceu, e compara muitas vezes ele com o artista Aleijadinho.
O clímax acontece quando a mãe de Lília a busca em Ouro Preto sem o consentimento de ninguém e sem encontrar com a tia Ninota que estava em um velório. Assim, já em São Paulo a tia Ninota defende a sobrinha-neta e chama a atenção da mãe de Lilia frente suas atitudes impulsivas que atrapalham a vida da filha. Dessa maneira, há uma longa conversa que ao ser definida revela que Lília deveria voltar à Ouro Preto para concluir sua viagem, mas ainda, que com o consentimento de sua mãe, dessa vez, possa estudar magistério.
A trama em si, prossegue na mente do leitor, se Lilia retorna com Dirceu, se ele prossegue no grupo de fantoches chamando Lília, ou se o dois vão para a faculdade juntos e depois casam e vivem felizes para sempre.
Angel Angélica
Enviado por Angel Angélica em 04/03/2018
Código do texto: T6270164
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Angel Angélica
Rorainópolis - Roraima - Brasil
51 textos (3746 leituras)
1 e-livros (8 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/07/18 05:16)
Angel Angélica