Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ken Miles: A lenda (publicado originalmente em 20/6/2020)

Quando 'Ford vs Ferrari' (2019) começa, você nada dá ao filme. Mas aí aparece Christian Bale na pele de Ken Miles, a lenda do automobilismo, e a reviravolta ocorre.

Que ator é Bale! Impressiona o modo com o qual ele se entrega a qualquer personagem. Basta procurar seus outros trabalhos e a resposta é a admiração. Ele engorda, emagrece, usa maquiagem, muda a forma de caminhar, fala de um jeito diferente etc. Não sei o motivo de o ator ter ficado de fora da corrida do Oscar 2020. Aliás, Caitriona Balfe, que interpreta a esposa dele, Mollie, também merecia melhor sorte - a indicação a coadjuvante lhe cairia como luva.

O longa cobre a década de 1960, nas disputas das 24 horas de Le Mans, tradicional corrida na França que iniciou em 1923, apontada como a maior do planeta. Entre 1960 e 65 a Ferrari ganhou e a Ford queria um carro para competir de igual para igual.

Aí entra Carroll Shelby (Matt Damon), e sua equipe mediana, que com a ajuda financeira de Henry Ford II (Tracy Letts), o filho do fundador, pode conseguir o êxito. Mas Ken é temperamental, falastrão e teimoso e estas características assustam os envolvidos. O que se sabe é que ele é o único engenheiro, mecânico e piloto com talento suficiente com condições de arrancar a vitória à Ford, apesar de na época estar com 46 anos. 'Ford vs Ferrari', como não poderia deixar de ser, tem edição ágil e o som com igual qualidade.

O roteiro mostra a disputa entre a glória e o dinheiro, pois a parte burocrática dos gerentes da Ford quase puseram tudo a perder. A adrenalina e a comoção pela esperada vitória do time de Shelby são salpicadas pelo carisma inegável de Damon e Bale e a reprodução das corridas são perfeitas.

A Ford até tentou se aliar à Ferrari para entrar no automobilismo e desta forma abrir a fábrica à maior simpatia ao público, mas uma manobra fria e calculista da empresa italiana fez com que ambas se pusessem em lados opostos, e o título do filme faz alusão a isto.

Sublinhar a trajetória de Miles é o ponto forte da trama. Trata-se de um profissional que se debruçou integralmente aos carros e seus movimentos. E a relação com o filho, Peter (Noah Jupe) é fundamental para se compreender a rotina dele. Duração: 151 minutos. Cotação: ótimo.
Rodrigo Romero
Enviado por Rodrigo Romero em 30/06/2020
Reeditado em 30/06/2020
Código do texto: T6991971
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Rodrigo Romero
Jacareí - São Paulo - Brasil, 38 anos
859 textos (34549 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/07/20 15:34)
Rodrigo Romero