Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
INTERCÂMBIO CULTURAL , ECONÔMICO E ECOLÓGICO NOS PAÍSES DA " CPLP "

Projetos de Desenvolvimento de Pólos Econômicos/Sociais/Ecológicos nos Países da "CPLP "
=======================================

Exportação de Pequenas e Médias Empresas
=================================

ESTÁ NA HORA , já dizia o Geraldo Vandré - "" quem sabe faz a hora não espera acontecer "" -

de os políticos portugueses e brasileiros usarem sua criatividade ajudando na criação de novos caminhos para um Portugal e um Brasil mais criativo politicamente pois são eles que controlam o desenvolvimento formal de novos projetos e podem orientar novas políticas sociais , econômicas e ecológicas .

Portugal apesar de relativamente pequeno , no entanto é possuidor de algum poder econômico , possui capitais financeiros , humanos , equipamentos e outros e tem alguma organização e experiência empresarial .

O Brasil também além de ser uma potência continental .

Possuem pequenas e médias empresas estabilizadas no seu mercado e desejosas de ampliarem suas atividades para obterem certamente mais ganhos .

Possuem também mão-de-obra capaz e experiente .

Dentro do mercado português e brasileiro as dificuldades são muitas no sentido de permitirem um maior crescimento , por isso as pequenas e médias empresas portuguesas dificilmente podem ampliar seus serviços e devido também à concorrência crescente não só interna como também externa .

Quem faz um país e gera verdadeiro desenvolvimento criando empregos são as pequenas e médias empresas .

Em Portugal e no Brasil essas empresas querem crescer e não podem muitas vezes .

As políticas econômicas de Portugal e do Brasil têm permitido bastante a destruição de seu tecido empresarial constituído pelas pequenas e médias empresas e basta olhar quantas empresas fecham nestes países todos os anos , por diversos motivos .

Para um pequeno ou médio empresário , é extremamente dolorido fechar sua empresa, em todos os aspectos , inclusive os psíquicos , além do prejuízo financeiro , eliminação de empregos , frustração pessoal e familiar , empobrecimento do país pois cada vez que fecha uma empresa o país empobrece , essa é a realidade .

Por outro lado se uma pequena ou média empresa quiser aventurar-se no mercado externo sozinha é muito complicado não só pela concorrência que vai encontrar mas também pelo desconhecimento desse novo mercado , pela criação das condições mínimas necessárias para a sua instalação no novo país , pela adaptação às leis do novo país , pela cultura do povo aonde se pretende inserir , etc . , ou seja , uma pequena ou média empresa para implantar-se num novo mercado tem pela frente muitas dificuldades e riscos e muitas vezes não vale a pena o esforço e correr riscos .


Há a CPLP - Comunidade dos Países de Língua Portuguesa .
        ====================================

Há alguns destes países a precisarem de apoio sustentado .

Essa ajuda no entanto , hoje em dia , tem de ser com objetivos claros de desenvolvimento sustentado senão não é ajuda mas exploração .

Os povos desta Comunidade são extremamente pacíficos , apesar de no passado terem existido algumas dificuldades mas essas dificuldades normalmente não eram criadas pelo povo mas foram criadas pelos interesses privados de alguns , com o apoio de países interessados em desestabilizar ou dominar determinadas regiões geo-políticas .

Podemos analisar o que se passou na América Latina - uma grande parte deste continente sul-americano foi dominado pelos espanhóis e como resultado dessa dominação dividiram-se em muitos e pequenos países com interesses muito diferentes uns dos outros e até hoje não conseguiram unir-se num projeto comum de desenvolvimento .

Já os territórios controlados pelos portugueses neste continente deram origem a um único país chamado Brasil , quase um continente .

E por quê ? várias são as razões positivas que contribuíram para isso mas uma delas muito importante é que a Língua Portuguesa tem sido um elemento forte de coesão, unindo .

O Brasil é um país totalmente definido e unido em torno de um projeto comum , apesar de todas as suas dificuldades .

Nenhum brasileiro quer ver sua pátria dividida em vários países e são cento e sessenta milhões de brasileiros , quase do tamanho da Europa Ocidental dos doze .

Exportação de Pequenas e Médias Empresas para os Países da CPLP
==========================================

Os governantes brasileiros e portugueses , sabendo da dificuldade que uma pequena ou média empresa tem em instalar-se num novo país dentro da CPLP , podem ajudar a desenvolver projetos denominados " Pólos de Desenvolvimento Sustentado Econômicos/Sociais/Ecológicos , nos países da CPLP " .

Esses projetos consistem não na exportação de produtos acabados mas sim na exportação de pequenas ou médias empresas .

Quando uma empresa exporta produtos acabados sua preocupação socio/econômica/ecológica nesse país naturalmente é diferente do caso em que essa empresa se instala nesse país e produz esses produtos ali ou seja , cria uma relação direta com o mercado consumidor .

As empresas envolvidas seriam empresas estratégicas necessárias ao desenvolvimento do país acolhedor , portanto empresas cujos produtos são necessários ao desenvolvimento sustentado, tragam uma mais valia e ajudem a desenvolver uma concorrência saudável para se obterem custos e preços saudáveis para todos .

Esses projetos têm como objetivos imediatos a geração de empregos e formação de mão de obra especializada nos países acolhedores dos projetos .

Outro objetivo fundamental na exportação dessas empresas é a produção “in loco” do máximo de produtos possíveis e mesmo que não possam ser totalmente fabricados ou desenvolvidos nesse país , possam pelo menos ser parcialmente produzidos , utilizando matérias primas locais se possível ou importando-as inacabadas para serem acabadas no local .

O Brasil e Portugal não seriam prejudicados pois não diminuiria seu emprego interno e pelo contrário fortaleceria economicamente suas empresas .

Como exemplo , suponhamos embalagens de produtos alimentares tais como Pizzas ou calças jeans : -- mesmo que a curto prazo não houvesse o cartão para produzir a embalagem ou o tecido para as calças , de imediato se utilizaria o cartão importado ou os tecidos próprios e máquinas de corte e a embalagem ou a calça seria produzida no local com mão de obra local especializada e num curto ou médio prazo seriam desenvolvidos esforços para fabricar o cartão no país e produção de algodão local e quem sabe até produção de tecido por alguma empresa local com parceria até de uma das empresas ligadas ao Pólo ou com parcerias entre as empresas do Pólo e empresas locais .

Este é apenas um pequeno exemplo dos muitos que há .

Isto a curto prazo .

A médio e longo prazo serão desenvolvidos novos projetos de produção local dos insumos necessários , sempre que possíveis , com o apoio do Pólo de desenvolvimento e com parcerias com empresas locais .

Nesse projeto só podem participar pequenas ou médias empresas já estabilizadas no mercado português , rentáveis , com um suporte capaz de formar mão de obra especializada , pois não podem participar empresas com pouca experiência ou que não tenham demonstrado capacidade organizativa em virtude da responsabilidade do Projeto ..

Todos os empresários gostariam de ser empresários internacionais .

Todo o empresário se puder gostaria de ter duas empresas .

Todo o empresário se puder gostaria de ganhar mais .

Hoje em dia , a maioria dos empresários gosta que sua empresa esteja enquadrada diretamente com o desenvolvimento econômico/social/ecológico das populações localizadas ao redor de seu projeto pois quanto melhor e saudável esse ambiente mais a empresa beneficia em todos os aspectos e as próprias populações tornam-se as mais interessadas nos projetos já que beneficiam deles .

O pequeno ou médio empresário internacional certamente que precisa ter condições logísticas para se instalar e viver nos países aonde suas empresas funcionam ou seja, criar as condições favoráveis necessárias para o seu viver tranquilo e de sua família e seus funcionários .

Este empresário certamente que vai querer enviar uma parte de seu lucro para o país de origem .

A curto e médio prazo este empresário com sua família e se não tiver constituído ainda família certamente que o fará até com parceiros locais , irá investir neste novo país para criar condições melhores de vida e nessa hora ele passa a ser um cidadão muito interessado no desenvolvimento deste novo país pois é aqui que ele tem seus interesses econômicos mas também sociais tornando-se um elemento de extrema valia para o novo país .

Certamente será um elemento de mais valia para o país de origem mas também se torna um elemento de mais valia para o país de acolhimento , com certeza .

Geram-se assim elementos capazes de promover um desenvolvimento sustentado .

Como pode funcionar este projeto
=====================

Os governantes brasileiros e portugueses obteriam apoios junto aos governantes dos países da CPLP interessados pois tem de ser um projeto bi-lateral .

Têm de haver interesses e apoios diretos por parte das autoridades competentes dos dois países .

Têm de ser definidos locais próprios para desenvolver o Pólo de Desenvolvimento em terrenos próprios para isso aonde possa ser utilizada a nova mão de obra e fácil colocação dos produtos produzidos no mercado .

Uma parte do terreno do Pólo será utilizado para habitação e a outra parte para a instalação das empresas , tipo condomínio .

A construção desse projeto pode ser feito por uma das empresas que fazem parte do Pólo com parceria de empresas locais .

Cada um dos Pólos envolve além das empresas estratégicas produtivas , envolve também despachantes dos dois países , envolve um Banco para apoio financeiro dos projetos , envolve uma Instituição Estatal de cada um dos dois países para apoio burocrático ,

O Pólo pode ter o apoio de escolas do ensino básico , médio e universitário vindos ou não de Portugal e do Brasil não só para os filhos dos empresários mas também para os filhos dos funcionários locais do projeto .

Pode ter o apoio de uma Escola de artes .

O terreno deve localizar-se em área ecologicamente integrada de maneira a permitir um espaço de convivência saudável e integrado entre todos os participantes do projeto .

Deste Pólo pode nascer uma pequena vila ou cidade devidamente estruturada com desenvolvimento sustentado integral .

Certamente que este projeto envolve estudos mais aprofundados para a sua execução pois aqui apenas demos uma idéia muito sucinta dos objetivos .

É o nosso desejo
Valdemar Ribeiro
Enviado por Valdemar Ribeiro em 28/06/2005
Reeditado em 08/11/2018
Código do texto: T28622
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Valdemar Ribeiro
Lubango - Huíla - Angola
167 textos (47029 leituras)
7 e-livros (1135 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/07/20 05:17)
Valdemar Ribeiro

Site do Escritor