Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
E SOBRE A EDUCAÇÃO ...



E respondendo aqui a você, Silvia Regina, saiba que está coberta de razão: O professor anda desmotivado por questões salariais, mas isso não é tudo, existe a desmotivação pelo fato de muitos terem uma jornada excessiva de aulas; muitos trabalham em mais de duas escolas para poder ganhar um pouco mais, chegam a trabalhar mais de 12 horas diárias. Outro motivo advém do pouco casa por parte do governo; para ele, a educação parecer estar em último plano.

O professor é desrespeitado por todos os setores da sociedade; está sendo visto como uma mera "babá", deixou de ter o papel de educador. O conteúdo não importa, nos enchem de projetos que não levam a lugar algum e esses projetos não entram nos concursos públicos o no vestibular.

Silvia, você me falou de impunidade, está certíssima. Todos conhecem apenas seus direitos, mas se esquecem da parte que fala sobre os deveres. A chamada Progressão Continuada também é outro fator agravante; o aluno sabe que tanto o bom como o mau vão passar de ano, então para que estudar?

A família jogou nas mãos da Escola o papel fundamental que a ela competia, os ensinamentos básicos já não vêm mais de casa, a escola passou a ser a formadora da criança. Os pais se sentiram incentivados pela iniciativa do governo em transformar a instituição educacional no protecionismo e paternalismo, criando assim, para si, uma imagem de órgão preocupado com o futuro dos nossos jovens.

Livros são distribuídos, cadernos e kits material chegam de "graça", a família recebe o chamado "Bolsa Escola" cujo dinheiro não é usado pela mesma para a compra de artigos escolares (o Estado já não está fornecendo "gratuitamente" todo o material, então pode-se usar o dinheiro para outras coisas - desvio de verba até entre a população menos instruída rsrsrs).

Eu não respondi a você, Silvia, que o problema maior está no governo porque seria redundância. Não houve a criação de uma escola democrática, de ensino para todos; houve uma valorização e apoio às escolas particulares que ainda preservam o papel inicial de formação acadêmica do educando.

Tenho pena dos alunos que querem estudar, mas que não podem pagar uma escola particular. Um entre 35 ou 40 (número de alunos por classe) quer aprender, porém é prejudicado pelo restante que está na escola porque é obrigado por lei (Educação obrigatória até a oitava série) ou porque os pais não os querem em casa, pelo menos por umas cinco horas - alívio e descanso, posto não haver creche para crianças com mais de sete anos.

O governo finge estar sendo democrático, pergunto: onde está a democracia? Colocar na escola quem não quer estudar e misturar com alunos que realmente estão lá para melhorar culturalmente, implica em democracia parcial, levando-se em conta que, pelo menos 80% dos alunos que não querem nada com nada estão tirando o direito dos outros 20%. Como ficam esses 20%? A maior parte da aula é passada na tentativa de manter a disciplina dos 80%. O que sobra para os pobres 20%? Isso é democracia? Educação para todos?

Está havendo uma inversão de valores muito grande em nosso país, ladrão tem direitos, reclama da alimentação que recebe nos presídios, exige TV de 42 polegadas, telefone celular, encontros íntimos. O pobre que vive de salário mínimo tem de fazer mágica com os míseros R$ 510,00. Quem rouba pouco vai para a prisão, quem rouba muito nem pra cadeia vai. O exemplo vem de cima e que BELOS EXEMPLOS estamos tendo nesses últimos anos, não é mesmo? Como querer uma sociedade mais justa se estamos afundados na lama da corrupção?

A educação está esmagada pelos interesses dos poderosos que não querem uma sociedade mais crítica e atuante. Lógico, se o aluno sai da escola após 12 anos sabendo mal e porcamente escrever o próprio nome, é muito mais fácil...



Artigo escrito pelo teacher Gil:









Teacher,

este texto que vc me deu no "Portal 51" - minha comunidade no Orkut - há uns 3 anos é bom demais para ficar sem ser publicado em algum lugar. Assim, mais uma vez, empresto a você este meu espaço e, mesmo que muitos não o leiam, ele ficará aqui registrado mostrando sua inteligente e sensível visão sobre o estado da Educação no Brasil - a que vc vive no seu dia-a dia. Desculpe-me não pedir sua autorização, mas agi no impulso de fazer-lhe uma surpresa quando, hoje, reencontrei este artigo em meu arquivo.

SILVIA REGINA COSTA LIMA, Giberto Gaspar e Silvia regina
Enviado por SILVIA REGINA COSTA LIMA em 24/05/2010
Reeditado em 29/06/2013
Código do texto: T2277413
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
SILVIA REGINA COSTA LIMA
Vinhedo - São Paulo - Brasil
1886 textos (353448 leituras)
1 e-livros (771 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/07/19 06:20)
SILVIA REGINA COSTA LIMA

Site do Escritor