Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Informações importantes sobre a dificuldade na aprendizagem escolar

O primeiro dia de aula de uma criança é sempre uma mistura de alegria e medo para as crianças e para os pais, sobre o que será dali para diante.
Um mundo novo se abre, e é a primeira ruptura da criança da sua total dependência da família, onde ela assume sua primeira responsabilidade.
E nem sempre tudo são flores neste processo. Em muitos casos, as dificuldades na aprendizagem dão os primeiros sinais na pré-escola e devem ser observados atentamente pelos educadores e pelos pais.
Os distúrbios de aprendizagem podem ter origem orgânica (alguma disfunção cerebral, hormonal) ou emocional (separação, choque) e o acompanhamento correto da escola e da família serão fundamentais para a chegada a um diagnóstico que irá auxiliar este estudante, de forma a minimizar os efeitos frustrantes que eles trazem para o professor, os pais e principalmente para o aluno.
As dificuldades de aprendizagem irão influenciar o comportamento da criança como um todo, e em casos não trabalhados ou trabalhados erroneamente levarão sequelas para a vida adulta.
Ao perceber os primeiros sinais de dificuldade, não obtendo resultados dentro da sala de aula e percebendo que não são dificuldades momentâneas, o professor deve relatar aos pais tal situação, orientando a busca de orientação de profissionais adequados dentro das  interdisciplinaridades  de neurologia, psicopedagogia e psicologia,  visto que o professor  sozinho não tem formação para auxiliar no caso de distúrbios de aprendizagem.
Alunos com dificuldade de aprendizagem tendem a ser rotulados por colegas e família, o que o fazem  isolar-se e serem solitários.
Podemos citar como alguns sintomas de distúrbios de aprendizagem:
- Dificuldades de memória: problemas em diferenciar dias da semana, aprendizagem de números sequenciais, em recordar conceitos e memória imediata;
- Dificuldades de linguagem: problemas na articulação de palavras, na aquisição de vocabulário, desinteresse em histórias, dificuldade em argumentar, redigir textos e frases, dificuldade em seguir instruções, etc;
- Dificuldades de atenção: a não ser que seja algo de seu extremo interesse, o aluno com distúrbios de aprendizagem tem imensa dificuldade de ouvir e escrever com atenção, sua atenção é inconstante, não apresenta autocontrole, planejamento e é extremamente impulsivo;
- Dificuldades relacionadas à Motricidade: Diretamente ligadas à relutância em escrever ou desenhar, escrita extremamente lenta, ilegível, problemas grafo-motores como pressão do traço, forma da letra, etc;
- Dificuldades nas noções de espaço e tempo – lentidão extrema nas tarefas, realização de exercícios, provas;
- Dificuldades sobre o domínio de conceitos abstratos – incapacidade de planejamento e realização de tarefas e provas, dificuldade de absorver novas aprendizagens cognitivas.
Esses sintomas podem ser detectados desde a pré-escola e em toda a trajetória escolar, porém, comumente aparecem logo no início dos primeiros anos escolares. Quanto antes diagnosticado e tratado, menos efeitos colaterais, sofrimento da família e principalmente da criança.
Os principais Distúrbios de Aprendizagem são:
TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade) – O TDAH é um distúrbio de ordem neurológica e como tal deve ser diagnosticado por um médico especialista. Os principais sintomas são agitação, inquietude, falta de atenção e impulsividade.
DISLEXIA – Este distúrbio causa dificuldades na leitura, troca e omissão de letras e sílabas, o aluno não alcança fluência na leitura. Alguns estudiosos afirmam que tem causa genética hereditária, mas ainda sem comprovação científica. Associado à este distúrbio está a DISGRAFIA, que é a dificuldade em produção de textos, dificuldades na escrita, exatamente pelas letras mal traçadas e omitidas na dislexia.
DISCALCULIA – Este problema ainda é pouco conhecido pelos especialistas, o aluno apresenta dificuldade em cálculos, não reconhece os quatro sinais das operações, não interpreta problemas, não quantificam e não identificam sequências lógicas.
DISLALIA – São dificuldades na emissão da fala, troca de letras e fonemas. Geralmente este distúrbio está associado ao lábio leporino, lábios palatais ou flacidez na língua.
Nem toda a criança que apresenta dificuldades na aprendizagem e pouco rendimento escolar necessariamente sofre de algum distúrbio de aprendizagem, mas jamais estes sintomas devem ser ignorados. O ideal é que, assim detectado alguma dificuldade mais pontual, seja levado ao especialista para o diagnóstico adequado.


Catia Schneider
Enviado por Catia Schneider em 05/08/2015
Reeditado em 05/08/2015
Código do texto: T5335774
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Catia Schneider
Joinville - Santa Catarina - Brasil, 42 anos
146 textos (36155 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/03/21 08:17)
Catia Schneider