Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As Maldades e Símbolos e a Tragédia

A hora nos convida para mais uma reflexão atenta acerca da vida polifônica do soberano Oséias, a figura insegura e desequilibrada de Oséias que conquistando uma onerosa atenção da imprensa.Nesse momento escrevo a décima quinta coluna sobre o soberano Oséias em 'as maldades e símbolos '

Sinuosamente escrever um fio biográfico é um desafio enorme  para quem redige em estruturas nominais , um ensaísta definiu todos somente os desafios de sua escrita.

Mas a vontade divina teria mil variações específicas em sua vida cheia de polifonia luminosa,  ao soberano Oséias escolhe um outro caminho menos luminoso.

Agora ele aprende a lidar com outra dinâmica um pouco preocupante e complexa considerando todos possíveis aspectos e também a relevância do uso de uma vida tão polifônica como a sua.

Legalmente ler as linhas da existência  ele deveria no mínimo ter uma boa quantidade de desenhos do poder em sua cabeça, e não aceitar essa realidade antiga como um bom soldado.

Diante dessa realidade, o soberano  recria um novo caminho quer por ele deve ser trilhado ou seguido de perto como uma opção ou condição de crescimento real em ascensão.

Assim Oséias encara esses eventos como uma declinação da História nacional, ele quer participar como um elemento que possa dar continuidade a um processo de mudança.

Diante disso tudo nasce com somente os  fatos decisivos para ele como um bom conhecedor do mundo em fragmentos em sua volta e assim usa os mecanismos capazes de uma boa formação.

E suas formas de interpretação destes fatos condizem com sua cosmovisão que deve se adequar ao contexto em apreço , bem exigido e detalhado em que cabe leituras e compreensões de um mundo em fragmentos já na Antiguidade Oriental.

Sinuosamente escrever um fio biográfico é um desafio enorme  para quem redige em estruturas nominais , um ensaísta definiu todos somente os desafios de sua escrita.

E seu longo aprendizado no campo de batalha renasce em sua lembrança sofisticada , como diz o bom Ondjaki, ' o passado sempre volta', porém para a figura de Oséias recriou uma nova mentalidade cultural e social.

Sinuosamente a dimensão da idolatria existente  configurado assim uma forma de interpretação possível da realidade  conectada em um caminho possível, Oséias desconhecia as entrelinhas da gestão anterior neste quesito bem formal da vida palaciana.

Inicialmente ele é um vilão pelo valor  aqui trabalhado acerca dessa definição tão complexa ou muito arriscada em certas estruturas de sua realidade.

Mas o escrivão que tentou fazer seu fio biográfico não deve esquecer do real significado do seu nome. Em hebraico original e massorético ' Salvo por Deus'.

Bem, como corria como um rio em época de cheia, ele sempre dava bons acabamentos a tal narrativa. Conclusivas ou não sempre apontavam para lago em questão, o passado ou melhor  o poço do passado manniano.

O momento requer uma boa reflexão sobre a figura de Oséias e as nuances de poder quer como algo militar da onde adveio assim ressoa como algo novo ou ainda.

Legalmente ler as linhas da existência  ele deveria no mínimo ter uma boa quantidade de desenhos do poder em sua cabeça, e não aceitar essa realidade antiga como um bom soldado.

O momento requer uma boa reflexão sobre a figura de Jorão e as nuances de poder quer como algo militar da onde adveio assim ressoa como algo novo ou ainda.

Sinuosamente escrever um fio biográfico é um desafio enorme  para quem redige em estruturas nominais , um ensaísta definiu todos somente os desafios de sua escrita.

E seu longo aprendizado no campo de batalha renasce em sua lembrança sofisticada , como diz o bom Ondjaki, ' o passado sempre volta', porém para a figura de Oséias recriou uma nova mentalidade cultural e social.

Assim Oséias encara esses eventos como uma declinação da História nacional, ele quer participar como um elemento que possa dar continuidade a um processo de mudança.

Temerariamente o soberano dedicou assim um tempo para os desafios concretos da existência como uma partitura musical onde as notas obedecem uma sequência.

Realmente ser um soberano agregava um conjunto de dúvidas existenciais a pessoa que vinha exercer a função em questão, como no caso unir interesses particulares e visões de mundo.

Agora ele aprende a lidar com outra dinâmica um pouco preocupante e complexa considerando todos possíveis aspectos e também a relevância do uso de uma vida tão polifônica como a sua.

Garantir sua presença num espaço como o trono é algo fundamentalmente relevante e somente também geometral de acordo com o olhar e observar de um arquiteto da narração que exige um pouco de ação.

E olhar a própria biografia  em riquíssimos detalhes acrescidos de verdades históricas ou fatos bem cotidianos ou ainda delineados com somente os  fatos simples da vida.

Diante dessa realidade, o soberano  recria um novo caminho quer por ele deve ser trilhado ou seguido de perto como uma opção ou condição de crescimento real em ascensão.

Inicialmente ele tenta esquecer deste momento nada monumental tudo passa ser parte de algo ainda maior sua própria existência a ser no mínimo potencializada.

Agora ele aprende a lidar com outra dinâmica um pouco preocupante e complexa considerando todos possíveis aspectos e também a relevância do uso de uma vida tão polifônica como a sua.
JessePensador
Enviado por JessePensador em 21/11/2019
Código do texto: T6800738
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
JessePensador
Santana de Parnaíba - São Paulo - Brasil, 35 anos
997 textos (9580 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/01/20 17:47)