Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Atentos - Resumo Segundo Turno

Atentos - Resumo Segundo Turno


Caso você não esteja sofrendo de fanatismo petista, e assim, seu sistema de crenças desaprova bandidagem, vale a pena entender a perigosa dualidade que se apresenta agora no cenário político brasileiro.


1. Esquerda soft e disfarçada é mito, pois a mesma age usando a democracia  para destruir a própria democracia.

2. Haddad não representa o trabalhador brasileiro, nem Manuela. Como poderia? Haddad quer destruir a família burguesa, ele subscreve integralmente o programa da "sociedade erótica" pregado pela Escola de Frankfurt, o qual advoga claramente a erotização das relações entre as mães e seus filhos. Haddad não tem a menor ideia do que é ser um operário chão de fábrica, reduto do PT, muito menos Manuela. Nenhum dos dois tem a menor autocrítica e senso de ridículo e, detalhe que parece piada, os crimes desse candidato cabem num vasto currículo escorado em documentos oficiais.

2A. Bolsonaro pelo menos representa 49% da população, um líder gerado espontaneamente, sem acordos criminosos e sem falsidade classista. Ele não está enganando os pobres, os mais fáceis de enganar por intelectuais da Quarta Classe e modelos de esquerda que querem aparecer.

3. Os guerrilheiros não lutaram - JAMAIS - pela democracia, mas sim para implantar uma ditadura socialista.

4. Ao tornar-se, em pessoa, o polo unificador de mil e uma correntes de opinião, o Bolsonaro demonstrou que não está a serviço de nenhuma ideologia em particular. Só não percebem isso os loucos que precisam chamar de "fascismo" tudo o que os atemoriza.

5. Não seja alvo fácil daqueles que desejam acima de tudo minimizar e/ou neutralizar completamente sua capacidade de discernimento e inteligência. Cuide para não ser  usado como fio condutor da desarmonia e desesperança.

6. Militantes petistas cercaram uma unidade da Universidade Federal de Pernambuco para vaiar, constranger, chamar de "nazistas" e outras performances típicas as pessoas que estavam assistindo ao filme "Bonifácio - O Fundador do Brasil”. Que sentido faz essa conversa de "a divisão de esquerda e direita está superada" num momento em que a esquerda tenta matar o candidato da direita, promove uma campanha mundial de assassinato da sua reputação, encena farsa em cima de farsa para dar a ele feições demoníacas e ameaça perseguir os eleitores que tentem protegê-lo contra a possibilidade -- mais que realista -- de fraude eleitoral? Estão todos loucos neste país? Como, de fato, esses tarados poderiam suportar uma homenagem ao fundador do país que eles odeiam? (Olavo de Carvalho)


7. Jornalistas tentam manipular fala de Bolsonaro sobre violência nestas eleições e ele publica vídeo com resposta. "Em entrevista, lamentei e pedi para que eleitores não pratiquem violência. Os jornais publicaram apenas uma fala isolada para manipular a opinião pública. Esqueceram que quem levou uma facada por motivações políticas fui eu. Essa desinformação está a serviço de quem?", alertou Bolsonaro.

8. Na atualidade, a maior canalhice da esquerda e de sua claque adestrada (militância e imprensa) é tentar colar a pecha de “nazi-fascista” em Jair Bolsonaro. Uma desonestidade intelectual assombrosa. Bolsonaro é, sabidamente, um defensor e admirador de Israel, tem incontáveis apoiadores judeus, não flerta com o autoritarismo e demonstra total respeito às regras da democracia. (Claudia Wild)

9. O PT está fazendo uma carreata em Recife, dizendo que é de Bolsonaro e distribuindo capim para os nordestinos. Dá pra jogar mais sujo?!

10. Encarar a atual situação como uma disputa eleitoral -- mesmo atípica -- é de uma ingenuidade mortal. O que há, camuflada sob o tênue véu de aparência de uma disputa eleitoral, é a luta de morte de uma organização criminosa para escapar à punição dos seus crimes e para, com esse fim, ludibriar uma vez mais o conjunto das suas vítimas, desta vez por meio de um engodo mais ambicioso do que todos os anteriores somados. (Olavo de Carvalho)

Bernard Gontier
Enviado por Bernard Gontier em 11/10/2018
Reeditado em 13/10/2018
Código do texto: T6473393
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bernard Gontier
São Paulo - São Paulo - Brasil
780 textos (149972 leituras)
9 áudios (1308 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/18 04:34)
Bernard Gontier