Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TODA DOR É UMA SÓ.

Milton Pires

Fiz muita besteira na vida, briguei com muita gente que não valia nada (nem para brigar), criei fantasias a respeito do que era Medicina NO BRASIL, dei valor a pessoas que não tinham...perdi muito emprego, de outros eu mesmo me demiti…

Vi aos poucos minha profissional desmoronando, mas sempre guardei, lá no fundo da minha consciência, a noção de que fui um médico decente, alguém com conhecimento razoável da Profissão e um respeito enorme por ela; não pelos “colegas” ou “entidades médicas”.

Da gigantesca maioria dos colegas que conheci, guardo nojo ou pena. Das “entidades médicas” eu só tenho medo – não medo daquilo que elas possam fazer comigo ou com a profissão; tenho medo daquilo que elas NÃO vão fazer, medo daquilo que elas já NÃO fizeram porque era melhor pra elas não fazer absolutamente NADA.

Aí, desiludido, num primeiro momento, eu achei que a minha vida tinha acabado...depois achei que era só minha carreira que tinha acabado...mais tarde vi que a Profissão, que toda Medicina Brasileira, tinha terminado...e finalmente hoje vejo que foi o BRASIL QUE ACABOU…

Um médico de bom coração, razoavelmente competente, não tem futuro nenhum no Brasil – vai trabalhar sem condição nenhuma, vai desperdiçar sua vida atendendo o lixo moral de uma sociedade que não reconhece seu trabalho e vai ganhar mal, muito mal…

Um Médico excepcionalmente competente, um grande técnico na Medicina Brasileira, normalmente no Brasil é um cafajeste – é um sujeito que não vale nada do ponto de vista moral, que explora colegas, que vilipendia a Profissão se envolvendo com a Política e que não tem absolutamente qualquer referencial ético nem na Medicina nem na Vida..em nada!

Finalmente,um médico honesto, de bom coração, e excepcionalmente competente...não fica no Brasil ...esse vai embora para outro país. Talvez não enriqueça, mas vai ser respeitado, criar seus filhos longe do funk, da maconha, do comunismo, do narcotráfico...

Não há mais condição alguma para se exercer a Medicina no Brasil. Não é só pra mim, não. É para todo médico que se forma e pensa em trabalhar aqui.

Quem fizer isso vai se dar mal. Vai ser o primeiro erro. Vai se quebrar feio porque isso TUDO que eu escrevi não tem NADA a ver comigo, com aquilo que foi a minha vida, ou com a Medicina que se faz no resto do Mundo.

Eu poderia estar escrevendo sobre Direito, Engenharia, Polícia ou Educação...Isso não mudaria nada! O que eu escrevi é uma descrição geral do colapso espiritual do Brasil neste momento.

Não fiquem com a impressão de que isso é um “desabafo”, de que é um lamento de uma pessoa específica sobre uma situação muito particular relacionada a uma profissão. Este vai ser o segundo erro.

O amor, as paixões, todas as qualidades ligadas à bondade, à inteligência e generosidade...Todo valor de cada ser humano é de uma riqueza, é de um diferencial tão grande que só pode ser explicado por Deus.

O sofrimento humano, a miséria e a dor das pessoas sempre foi, é e será…. uma só.

20 de outubro de 2019.
cardiopires
Enviado por cardiopires em 20/10/2019
Código do texto: T6774414
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
cardiopires
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 49 anos
370 textos (14458 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/11/19 23:00)
cardiopires