Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FALA INCONSTITUCIONAL DO BOZO

A FALA INCONSTITUCIONAL DO BOZO

O PRESIDENTE SE DIVERTE com as mordomias que a presidência da República proporciona. Governar ele não quer nem sabe. Mas, passear com dinheiro público... Ah, isso ele vai fazer que nem o Lulladrão viajandão fez. Viajar fazendo campanha eleitoral. Com uma governança chinfrim e a instrumentalização das instituições no sentido de aparelhar cada uma delas ao objetivo antidemocrático do totalitarismo nazifascista.

TRANSFORMAR O PAÍS numa milícia pessoal que deseja seja serventia para se reeleger, é a sua principal meta de desgoverno. Seu discurso serve para todos os lados de uma República Bananas que cata miseráveis venais cheios de todo tipo de necessidades básicas, para a compra de votos dos agraciados com os R$ 600 dinheiros da ajuda de custo para os sobreviventes da Covid-19.

O PRESIDENTE COPIA em grande parte tudo que Lullalau fazia quando presidente da República Bananas Brasil. A “generosa” Bolsa Família era uma garantia para as multidões famigeradas e famintas do país se acorrentarem às suas querelas políticas. As mortadelas de Lullalau se transformaram nos milicianos de Bozo Hitler do Mal.

SEU DISCURSO MUDO, aquele que ele não fala às milícias, se reproduz e diversifica naqueles que dele se aproximam visando a satisfação de interesses pessoais. Sim, porque ele não governa para o país. Ele governa unicamente para seus milicianos que se reproduzem à proporção que são aliciados por interesse de sobrevivência mínimos.

PARA CADA ESTADO ele veste uma fantasia condizente com o folclore local: no Piauí, montado num jegue ou numa égua, com chapeuzinho de vaqueiro na cabeça a proteger o tico e o teco, ele é sucesso em campanha, cercado de indivíduos vitimados pela necessidade de educação, saúde mental e amor-próprio, dispostos a elegê-lo o “Novo Lullalau” sitiado por admiradores (eleitores) comprados com dinheiro público.

ELEITORES COM TODAS as carências possíveis, promovidas por políticos oligarcas que os desprezam profundamente, mas os exploram incansavelmente, estão quase sempre dispostos a depositar nas urnas suas miseráveis fortunas em calamidades e tribulações vividas e repetidas todos os dias, no dia das eleição estarão a depositar votos nas urnas da corrupção tão combatida pela Lava Jato que o presidente Bozo quer sepultar no cemitério maldito de suas fixações de vir a ser o Hitler tropicalista do século XXI.

BOZO HITLER É O QUE o presidente deseja fazer valer com a ajuda de ministros coniventes com suas convicções nazifascistas. Ao nomear o PGR sem que o mesmo estivesse na lista tríplice da instituição jurídica que preside, o presidente Bozo, mais do que a Procuradoria Geral da República, pactuou com Aras uma vaga no STF se ele, enquanto Procurador, estabelecer no colegiado da PGR um monólogo totalitário e nunca um diálogo com seus demais procuradores, gestores da instituição.

BOZO AOS POUCOS VAI arregimentando apoio de autoridades venais que não estão em situação de carência miserável de sustento e preservação familiar, mas que se mantêm carentes de fazer valer o narcisismo em querer atingir o ponto mais alto de suas trajetórias profissionais. Bozo abusa dessas carências narcísicas de seus subordinados para fazer valer a compra de consciências que se somam ao seu objetivo maléfico de vir a ser o Hitler tropicalista da República Bananas Brasil.

A IMPRENSA LIVRE É DE TRÊS, UM dos empecilhos para que ele consiga seus intentos infames e transformistas de presidente da República em ditador plenipotenciário do país, com todos os direitos e nenhum dever constitucional. Os outros dois são os ministros do STF e os procuradores da PGR que não querem ser coniventes com a derrocada da Operação Lava Jato. Quem sabe o quarto bloqueio do projeto de ditador sejam os políticos que não estão dispostos a trair o Brasil no Congresso nacional.
Decio Goodnews
Enviado por Decio Goodnews em 01/08/2020
Reeditado em 06/08/2020
Código do texto: T7023235
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Decio Goodnews
São Paulo - São Paulo - Brasil
1952 textos (501301 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/08/20 08:55)

Site do Escritor