Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O JARDIM DO ÉDEN

O Que Era o Jardim do Éden? Qual é a Localização do Jardim do Éden?

O Jardim do Éden era o lugar que Deus preparou para que a humanidade vivesse desfrutando de comunhão e paz com Ele. Mas por causa da desobediência, o homem acabou sendo expulso do jardim.

O significado da palavra Éden é debatido. Se sua origem for hebraica, então Éden significa “deleite” ou “prazer”, de onde vem a ideia de “paraíso”. Se sua origem for acadiana, então Éden significa “planície".

Como era o Jardim do Éden?

A Bíblia diz que Deus plantou um jardim no Éden, na direção do Oriente. Isso indica que Éden era a região na qual o jardim ficava localizado. Nesse jardim Deus colocou o homem que havia criado (Gênesis 2).

No jardim Deus fez brotar toda variedade de plantas, ervas e árvores. Havia muitas árvores belas e frutíferas. Entre todas as árvores do Jardim do Éden, duas recebem especial importância e significado: a árvore da vida e a árvore do conhecimento do bem e do mal. (Atenção: existiram duas árvores).

O fruto da árvore da vida, como o próprio nome sugere, conferia a vida eterna ao homem. Já a árvore do conhecimento do bem e do mal representava um teste moral para o homem, visto que Deus o proibiu de comer de seu fruto. Nesse aspecto, por uma atitude de desobediência, o fruto dessa árvore conferia a morte.

A Bíblia também diz que um rio saía do Éden para regar o jardim. Esse rio se dividia dando origem a quatro canais cujos nomes eram: Pisom, Giom, Hidequel (Tigre) e Perat (Eufrates). O termo hebraico utilizado nesse texto também permite a interpretação inversa, ou seja, ao invés de o rio que regava o jardim tornar-se quatro canais, talvez ele fosse formado pela confluência de quatros canais.

À luz de Gênesis 2:5 é possível sugerir que no Jardim do Éden também existia algum espaço de terra arável, pronta para o homem lavrar e cultivar. No jardim havia grande variedade de animais, desde animais apropriados para domesticação até animais selvagens e pássaros (Gênesis 2:19,20).

Não se sabe por quanto tempo o primeiro casal viveu no Jardim do Éden. Aparentemente essa habitação teve curta duração, mas não há como saber (Gênesis 2:8-3:24). Foi no Jardim do Éden que o pecado teve origem na humanidade. Mas foi ali também que pela primeira vez foi ouvida a promessa de redenção (Gênesis 3:15). Depois de desobedecer a Deus, o homem foi expulso do jardim que era protegido por querubins (Gênesis 3:24).

Onde ficava o Jardim do Éden?

Muito provavelmente o Jardim do Éden ficava na região da Mesopotâmia, ao leste da Palestina. Mas ninguém sabe qual era sua localização exata.

A Bíblia até fornece algumas informações sobre a região em que ficava localizado o Jardim do Éden. O jardim ficava nas circunvizinhanças das terras de Havilá, Cuxe e o oriente da Assíria. Havilá provavelmente ficava na região da Arábia, talvez próximo ao atual Iraque (cf. Gênesis 10:7,29; 25:18; 1 Samuel 15:7). Já Cuxe possivelmente correspondia à parte do norte da África.

Essas terras são relacionadas a quatros rios que estavam em conexão com o rio que regava o jardim. Dois desses rios são conhecidos, o Eufrates e o Tigre. Mas os rios Pisom e Giom são completamente misteriosos para nós.

Alguns intérpretes sugerem que os outros dois rios poderiam ser o Indo e o Nilo, formando assim os quatro principais rios da antiguidade. Mas essa hipótese não é conclusiva e é fortemente contestada. Além disso, também é preciso considerar que o dilúvio universal provavelmente alterou muito a superfície da terra.

Mas se o Jardim do Éden foi perdido para sempre por causa do pecado, um paraíso muito superior foi prometido àqueles que encontram a remissão de seus pecados pela fé na pessoa de Cristo. Por causa da desobediência do primeiro Adão o homem foi expulso do jardim. Mas por causa da obediência do segundo Adão o homem é convidado a entrar no jardim celestial.

No paraíso futuro, no novo céu e nova terra, o povo de Deus viverá em eterna comunhão com Ele. Se no Jardim do Éden o pecado era uma possibilidade real, no novo céu e nova terra essa possibilidade será completamente aniquilada (Apocalipse 21:8; 22:14).

Abraços,
escriba vilela e Centro de estudos cristãos da Bahia - CECB
Enviado por escriba vilela em 06/12/2018
Reeditado em 06/12/2018
Código do texto: T6520613
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
escriba vilela
Salvador - Bahia - Brasil, 65 anos
331 textos (35824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/18 10:44)
escriba vilela