Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÉRIE: A IGREJA BRASILEIRA – “O BRASIL TEM JEITO

Quando pergunto se o Brasil tem jeito, numa série de mensagens sobre a Igreja atual, estou dizendo duas coisas: Primeiro vamos reformular a pergunta: “A Igreja Brasileira tem jeito?”, e segundo “O Brasil tem jeito?”. A resposta é sim e sim.

I - A IGREJA BRASILEIRA TEM JEITO?

A liturgia dos cultos da Igreja Evangélica funcionam invariavelmente com três momentos e posso apontar um quarto momento ainda; que são: Musica, pedido de dizimos e ofertas, pregação e em muitas igreja pentecostais tem um momento de saudação, onde a pessoa pode cantar ou falar algo rapidamente. Vamos analisar tudo isso, pois não dá para falar da Igreja Brasileira Evangélica sem falar do culto. Igreja é culto.

A MUSICA NA IGREJA

A musica na Igreja ocupa um tempo razoável, em média 40% do culto. Sendo assim a musica na Igreja precisa passar por um crivo muito maior do que está sendo feito. É sofrível a qualidade da letra da maioria das musicas cantadas na Igreja Evangélica. Falta teologia, falta Bíblia. Muita coisa que estamos cantando até parece estar adorando a Deus, pode ser bonitinha, mas muitas não passam disso: ser bonitinhas.

A falta patente de uma vida no Espírito tem gerado truques, como fazer shows, no lugar de simplesmente cantar um hino a Deus. A Igreja conseguiu passar até aqui sem shows, mas de alguns anos para cá, falam de tal forma como se tivessem descoberto o Evangelho agora. A Igreja sobreviveu dois mil anos sem show e agora acham que se não tiver, não dá pra fazer Igreja.

A musica na Igreja cantada e tocada, precisa passar pelo pastor da Igreja. A musica precisa ter elementos que possam dizer se aquilo é um hino a Deus ou não. Hnos são musicas sacras cantadas na Igreja de louvor e adoração a Deus. O alvo da musica na Igreja é Deus. Além disso, os musicos não podem simplesmente cantarem e tocarem se isso não vier acompanhado de consagração. Não nos esqueçamos, estamos falando de algo que toma pelo menos 40% de todo o culto.

PEDINDO DIZIMOS E OFERTAS

Todos os dias sem faltar, estando a Igreja aberta, se faz o pedido de dizimos e ofertas. Algumas Igrejas dizem que o povo não coopera. Todos sabemos eu temos eu dar os dizimos e ofertas, por que muitos não dão? Primeiro acredito que se é feito o pedido todos os dias dos dizimos e ofertas, porque não se ensina biblicamente melhor isso? Uma maneira seria fazer um estudo longo, onde o pastor ou outro poderia falar durante muitos dias, no seu tempo porque devemos dar o dizimo e o que isso acarreta da parte de Deus para nós. A Igreja dos nossos dias é sequiosa da palavra de Deus, vamos ao culto e não estamos recebendo a palavra. Auto-ajuda não é palavra, assim como também não vamos ao culto para ouvir o testemunho de ninguém. Vamos ao culto para entender e compreender mais a Bíblia, Deus e nós mesmos.

Quandoa Igreja fica quase implorando os  dizimos e ofertas do povo, apresentando as contas da Igreja, água, luz, aluguel, ou outro, errou o foco totalmente. O povo sabe que a Igreja precisa do dizimo. O que precisa ser feito é apresentar ao povo as Escrituras a respeito da benção de dar na Igreja. Ao invés de pedir dinheiro para contas, o pastor faria muito melhor apresentando estudos a respeito de porque a Bíblia manda levar os dizimos e ofertas. Todo culto poderia ter um estudo sobre os dizimos e ofertas e o povo entenderia melhor e cooperaria melhor. Se a Igreja está pedindo por favor, para pagar suas contas, errou, não é assim que se faz.

Outro fato sobre o dizimo é que a comunidade sabe quando a liderança da Igreja está cumprindo a Bíblia ou não. Temos Igrejas com edificações faraônicas, mas membros da Igreja estão passando necessidades, alguns com contas insoluveis, outros doentes, alguns desempregados. A Igreja tem que zelar pelo prédio sim, a Igreja tem que pagar água e luz e impostos, mas não pode esquecer algo muito básico:

“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa.” Malaquias 3.10

A Bíblia é muito clara a respeito de como gastar o dinheiro do dízimo: “Para que haja mantimento na minha casa”. Não somos contra uma Igreja bonita, mas somos contra a Igreja estar fazendo obras enquanto seu povo passa fome e necessidade. Sempre disse isso: Quer saber das condições da sua Igreja, olhe para os pés do povo. Alguns vão ao culto com chinelo, sapato rasgado, tênis velho. Alguns só tem a mesma ropinha e a Igreja fazendo obras faraônicas, querendo comprar sítio, terreno para a Igreja, pulpitos gigantescos, eventos que dão lucro para a Igreja, mas o povo continua com fome e com necessidade e ninguém liga. Muitos pastores que foram levantados por Deus para zelar pelo rebanho se esqueceram de cuidar do básico que Deus deixou nas suas mãos, que é o seu povo. Um dia lá diante do julgamento do Grande Trono Branco, Deus vai perguntar a alguém: Eu mandei uma pessoa que estava com fome, o que você fez por ele? Eu te mandei algumas crianças descalças, você as calçou? Eu te mandei pessoas endividadas, o que você fez por elas?

A PREGAÇÃO

A pregação precisa obrigatoriamente de ter começo, meio e fim. Pronto, só com isso desqualifiquei muitas de nossas pregações. A pregação precisa ter um tema bíblico, teológico. Pronto, agora foi mais uma parte desqualificada. Pregação não é testemunho. Pronto, estão ruindo o que as pessoas acham que é pregação.

De alguns anos para cá tenho visto a queda dos pulpitos de uma forma generalizada e gritante. Temos hoje como saber de praticamente todas as pregações de todo o Brasil, através do Youtube, onde as Igrejas tem gravado as mesmas. Muitas pregações dão vergonha de ouvir. Fico constrangido de a pessoa ter coragem de pregar algumas coisas que estão falando.

Além do Youtube, temos um outro grande canal de pregações: O BibleCast.Net (http://www.biblecast.net.br/), que grava pregações de Igrejas tradicionais do Brasil, como Presbiteriana, Batista e outras. Essas Igrejas que tem uma tradição secular de ensino teológico, tem gravado ruins e equivocadas. A qualidade mesmo nessas Igrejas está ruim de mais. Excetuando um ou outro que prega melhor no nosso Brasil, em geral as pregações estão deixando muito a desejar.

Algoque pode e vai ajudar muita gente é fazer homilética, que é o estudo de como pegar melhor. Muita gente está precisando melhorar seu jeito de pregar, para poder fazer a obra melhor. Muitos não fazem melhor simplesmente porque não sabem fazer melhor.

A SAUDAÇÃO

A liturgia das Igrejas Neo-Pentecostais inicia com musica, dizimos e ofertas e encerra com a pregação. Se há que se dar algum aviso para a Igreja que se dê antes da pregação, para que as pessoas saiam da Igreja pensando na mensagem.

Principalmente a Igreja Pentecostal dá um espaço para alguém cantar ou falar alguma coisa, antes da Palavra Oficial do culto. Isso é muito perigoso, pois do mesmo jeito que faz surgirem novos talentos, mostra a incapacidade de outros. Se a pessoa vai cantar, então cante e acabou. Se a pessoa vai falar alguma coisa que seja da Bíblia. Dia desses fomos a um culto onde foi dado a oportunidade para uma irmã daquela igreja e a irmã começou a falar como sentia falta do seu pai que morreu. Ela chorou e emocionou o povo e aquela coisa toda, porém onde entrou a leitura da Bíblia (que não houve) e o ensino bíblico (que não houve)? Saudação é para falar alguma coisa a respeito da religião cristã e não falar que está com saudades do pai. Temos tido tanto disso ultimamente que quando alguém fala que está errado, até parece que quem está falando é que está errado.

IGREJA É OBRA DE DEUS

Vejo uma boa-vontade de fazer Igreja, mas para fazer Igreja precisa fazer certo. Igreja não é um clube qualquer de palestras. Igreja é o local da Assembléia que veio para adorar a Deus. Igreja é voltar para casa. O primeiro culto, o de Abel significava isso: Voltar paa casa, voltar para Deus. Nós vamos ao culto por causa de Deus. Queremos cantar hinos que adorem a Deus, queremos sentir a presença do Espírito, queremos cooperar na Igrja do Senhor, principalmente se for para ajudar o próximo, e queremos uma Palavra que nos leve para mais perto de Deus.

Se a Igreja Brasileira tem tantos problemas, como é que tem mais gente hoje se convertendo do que antigamente? Bom, primeiro que a quantidade é relativa, se o povo aumenta, tem que ter mais gente. Quantas mais pessoas forem nascendo, mais gente vai ter a Igreja, isso precisa ser comparado então de forma estatística. Dizer que hoje tem mais gente se convertendo do que antigamente, pode ser uma artimanha matemática.

Nós no Brasil, segundo o Censo de 2010, somos 2,2 milhões numa população de 230 milhões. O que dá um cristão evangélico para cada 104 pessoas. E se você não tinha uma meta, agora tem, você tem que ganhar pelo menos 104 pessoas para Cristo.

E segundo, se a Igreja cresce, mesmo com os problemas gritantes que temos grassando pra todo lado, é porque Igreja é obra de Deus. Quem chama o povo para a Igreja apesar daquele hino ruim, daqueles irmãos musicos que não oram, ou da maneira errada de pedir o dizimo, ou pregações ruin, é porque o Espírito Santo está chamando o povo para ir a Igreja. O povo está vindo, mas as Igrejas no afã de fazerem a obra estão se esquecendo de voltar ao primeiro amor e pregar com amor e carinho para o povo de Deus, que merece o melhor.

E fazer Igreja não é só amar as pessoas, mas se preparar da melhor forma possível para isso.

II – O BRASIL TEM JEITO?

O Brasil é um gigante adormecido. Recentemente um repórter disse na TV que nós, Brasil, temos a capacidade não só de ser um país de primeiro mundo, mas de sermo o primeiro do mundo.

Muitos dos problemas que o Brasil passa, ocorrem por pessoas que nos comandam sem a direção de Deus. Mas o problema do Brasil não está só na política, está no padeiro, no jornaleiro, na manicure, no taxista, em todos. O grande problema a ser enfrentado chama-se pecado e isso acontece pregando e ensinando como ser pessoas melhores em Deus, convertidos e andando na direção de Deus.

O Evangelho é maravilhoso. A Bíblia não tem pontas soltas. A moral cristã é louvada em qualquer lugar. A Cruz e a Ressurreição de Jesus são tremendas. A Igreja é obra de Deus, guiada e direcionada pelo Espírito Santo.

Se nós, Igreja, nos levantarmos em santidade, em graça, rapidamente poderemos ganhar o Brasil para Cristo. Mas para isso é necessário colocar os pés no chão e não mentir para nós mesmos dizendo que não temos enfrentado problemas.

Dá para mudar todas as Igrejas de uma vez? Não querido a proposta não é essa. Mas a proposta é você fazer o melhor na sua. Se cada Igreja e se cada congregação, cada filial, se preocupar em fazer o melhor, se qualificando para isso, estudando, observando, ajudando, com obras corretas de assistencialismo, poderemos ir fazendo um Brasil melhor.

Nosso governantes são homens e mulheres que necessitam de Jesus como eu e você. Precisamos chegar a esses homens que dirigem a nação, mas não gritando, não com loucuras evangélicas, não com escândalos.

A principio os jovens precisam ser mandados à escola para estudarem. Os eu tem chamado devem fazer cursos de Teologia e outros para administrarem a Igreja melhor e fazer melhores Igrejas. Os musicos precisam aprender musica, os cantores a cantar, os pregadores a pregar.

A solução para o Brasil do futuro que a gente sonha é a Igreja. Mas a Igreja Brasileira precisa fazer algo que não está conseguindo, influenciar as pessoas, influenciar o Brasil.

Amém.
Fique na Paz.
pslarios
Enviado por pslarios em 10/09/2019
Reeditado em 10/09/2019
Código do texto: T6741942
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
pslarios
São Paulo - São Paulo - Brasil
492 textos (456273 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/01/20 14:48)