Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
MANIFESTO CRISTÃO (02) – ARBITRARIEDADE
            Continuação da digitação sequencial do sermão do filósofo e pastor Francis Schaeffer disponibilizado no Youtube há 2 anos e que já conta com 10.000 visualizações, para que possamos refletir sobre seus argumentos.
            Mas não é apenas que o homem deve começar a partir de si mesmo na área do conhecimento e aprendizagem, mas qualquer sistema de valores deve vir arbitrariamente do próprio homem por escolhas arbitrárias.
            Mais assustador ainda, em nosso país, em nosso tempo presente, é o fato de que qualquer fundamento da lei, portanto, torna-se arbitrário – apenas certas pessoas tomando decisões sobre o que é bom para a sociedade em determinado momento.
            Agora, esta é a verdadeira razão para o colapso da moral em nosso país. É a verdadeira razão para o colapso dos valores em nosso país. E é a razão pela qual a nossa Suprema Corte agora funciona tão minuciosamente sobre o fato de leis arbitrárias. Eles não têm nenhuma base para uma lei fixa. Portanto, como o jovem que escolhe viver hedonisticamente sobre os seus próprios valores arbitrários escolhidos, a sociedade está fazendo a mesma coisa legalmente. Um pequeno número de pessoas se reúnem e decidem o que eles acreditam ser – arbitrariamente – o que é bom para a sociedade no momento dado, e isto se torna lei.
            A cosmovisão de que a realidade última é apenas matéria ou energia moldadas por puro acaso, inevitavelmente, (e esta é a próxima palavra que eu traria para vocês) inevitavelmente, matematicamente – ou seja, com uma certeza matemática – traz todos estes outros resultados que estão em nosso país e em nossa sociedade, que levaram ao colapso no país e na sociedade, e as quais são as suas tristezas presentes.
            Então, se você abraçar essa outra cosmovisão, você deve perceber que é inevitável chegarmos às tristezas da relatividade e todas essas outras coisas que são tão representados no nosso país em nosso tempo presente.
            Deve ser notado que esta nova cosmovisão dominante é uma visão que é exatamente oposta àquela dos pais fundadores deste país.
            Agora, nem todos os pais fundadores eram individual e pessoalmente cristãos. Isso certamente é verdade. No entanto, eles fundaram o país sobre a base de que existe um Deus que é o Criador (agora eu venho para a próxima frase central) que deu os direitos inalienáveis.
            Devemos entender algo muito cuidadosamente. Se é o Estado que dá os direitos, ele pode removê-los – (e, portanto), não são alienáveis. Se é o Estado que dá os direitos, ele pode alterá-los e manipulá-los. Mas esta não era a visão dos pais fundadores deste país. Eles acreditavam – embora nem todos eles fossem cristãos individualmente – que havia um Criador e que este Criador deu direitos inalienáveis. Direitos sobre os quais nosso país foi fundado e que nos deu as liberdades que ainda temos, até mesmo as liberdades que estão sendo usadas agora para destruir essas próprias liberdades. A razão pela qual estas liberdades estavam lá é porque eles acreditavam que havia alguém que os deu, os direitos inalienáveis. Que, de fato, limitava o poder do Estado e do Governo especificamente através desses direitos inalienáveis.
            Mas se tivermos a visão de que a realidade última é apenas matéria ou energia que sempre existiu de alguma forma, devemos entender que esta visão jamais teria dado os direitos que conhecemos e que agora, infelizmente, eu digo a vocês – aqueles de vocês que são cristãos – muito frequentemente tomamos essas coisas como garantidas.
            Vocês se esquecem que as liberdades que temos no norte da Europa depois da Reforma – e os Estados Unidos são uma extensão disso, bem como a Austrália, Canadá, Nova Zelândia, e assim por diante – vocês esquecem que as liberdades que temos são absolutamente únicas no mundo.
            Ocasionalmente, alguns de vocês que foram para universidade foram ensinados que essas liberdades estão enraizadas nas cidades-estados gregas. Isso não é a verdade. Tudo que você tem a fazer é ler a República de Platão e você entenderá que as cidades-estados gregas nunca tiveram qualquer conceito das liberdades que nós temos hoje. Volte na História: as liberdades que temos, a forma de governo balanceado, são únicas na história e também são únicas no mundo hoje.
            Incrível como os argumentos do pastor-filósofo Schaeffer coincide com o Brasil atual, onde a Suprema Corte toma decisões que está muito distante da vontade popular, e o que é mais grave, muito a favor de diversos tipos de iniquidades e os seus praticantes. São essas ações que despertam a revolta da população o promovem o fenômeno que observamos, a eleição de um presidente sem nenhum dos apoios que caracterizam os candidatos eleitos, somente o seu discurso de protesto contra essas ações tão próximas ou dentro das iniquidades.
 
Sióstio de Lapa
Enviado por Sióstio de Lapa em 29/09/2019
Código do texto: T6756832
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Voce deve citar a autoria de Sióstio de Lapa e o site http://www.siostiodelapa.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sióstio de Lapa
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 67 anos
887 textos (45407 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 05:57)
Sióstio de Lapa

Site do Escritor