Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na contramão...
   
Admira-me que num mundo tão evoluído para tantas coisas;
Bem como a vulgaridade, a libertinagem sexual dentre outras.
Nós mulheres ainda temos que passar por situações desconfortáveis:
Não dá para aceitar considerando a evolução do mundo atual.
Parece-me que ainda estamos nos tempos da caverna.
Inventam-se de tudo! Menos um equipamento adequado a mama das mulheres. Que é tão sensível!...Esse tal mamógrafo é um aparelho fora do normal, algo assim:desumano, tamanha à agressividade. Um horror! E ainda querem que façamos a mamografia de bom grado! Pode?...
Pobres das mulheres que tem mamas pequenas e /ou densas,
É um martírio; sofrem muito mais. Irrita-me ouvir de algumas mulheres que talvez acostumadas a sofrer ou levar pancadas dizerem que não doeu e /ou não dói. Isso é piada? E de muito mau gosto. Com essa piada não dá para dar risada né!

 

“Atenção mulheres! Mesmo assim: vale salientar que, enquanto o Brasil não evolui façam o seu exame mesmo com as lágrimas saltando ou não de suas pupilas, pois cada dia que passa mais seios é decepado por causa do câncer de mama. A mamografia convencional dói, mas o câncer, além de doer causa traumas e pode levar a morte.

                             
 “E vocês homens acompanhem suas mulheres incentivem-nas faz-se necessário.”
 

                                    
 

 
Mary Jun
Enviado por Mary Jun em 19/09/2013
Reeditado em 11/10/2018
Código do texto: T4489158
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.

Comentários

Sobre a autora
Mary Jun
Recife - Pernambuco - Brasil, 55 anos
852 textos (41470 leituras)
1 e-livros (87 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/01/20 17:50)
Mary Jun