Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CULPADOS!

Certa vez ouvi uma história de um jovem rapaz que era dependente químico. Seu pai, rico e “poderoso” na cidade, o internou em uma clínica de reabilitação. Passados seis meses que o garoto estava lá e, vendo a excelente evolução psíquica e física do mesmo, seu pai foi até o médico dizendo que gostaria de leva-lo para casa, pois já estava bem. O médico, por sua vez, contrariando ao pai, dizia que o menino ainda não estava pronto para sair. Irredutível, o mandatario da familia assinou um termo de responsabilidade e o levou novamente para casa. No primeiro mês era tudo maravilha. O jovem praticamente não saia de casa e, como consequência, a droga não o incomodava. Porém, em uma noite o rapaz insistiu para que os pais o deixassem sair no que prontamente o pai autorizou. “Bingo”: teve uma recaída e o inferno da família retornou. Mais tarde, descobriu-se que o pai tinha uma amante há mais de 20 anos e que seus negócios financeiros eram frutos de corrpção, conluios e cambalachos, e por isso, culpava o filho por seus erros. Quantas não são as pessoas que precisam de problemas para justificarem seus erros e mal caratismo? Pais, mães, filhos, patrões, amigos, etc, justificam suas derrapadas eticas e morais, por exemplo, no casamento, no trabalho, com os amigos, junto aos filhos, etc, a fim de se esquivarem de suas responsabilidades. E por quê? Porque não querem mudar seus modos de viver. Jean Poul Sartre, filosofo, dizia que o inferno são os outros. É verdade. Poucos assumem culpas e responsabilidades nos dias de hoje. Aliás, isso é próprio do ser humano. Adão culpou eva. Eva por sua vez culpou a serpente e a serpente culpou a Deus. Vivemos em um mundo onde todo mundo tem justificativas para tudo. Vejo isso com crianças e, por que não dizer com minha própria filha. Ah, fiz isso porque tal coisa. Fiz aquilo porque tal outra coisa. E assim vai. Sempre tentando justificar o injustificável. Você nunca fez isso? Eu já. Outro dia li uma matéria do filho do ex governador Sergio Cabral dizendo que o pai errou (o cara só destruiu com as contas públicas do Rio de Janeiro), mas que ele foi o governador que mais investiu no Estado (piadista nato). Conclusão: O mundo para ser um pouco melhor, necessita de mais culpados que se assumam e menos vitimas que se justifiquem…
Vidabela
Enviado por Vidabela em 13/06/2018
Reeditado em 13/06/2018
Código do texto: T6363285
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vidabela
São Paulo - São Paulo - Brasil, 40 anos
783 textos (14910 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/10/18 08:46)