Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
       Eu tenho em meu quarto uma bonita estante metálica onde guardo meus livros e discos preferidos, fotos, adornos trazidos de viagem. Um destes adornos é um pequeno imã que trouxe de Buenos Aires com a famosa foto de Che Guevara, feita por Alberto Korda em 1960. Está em um lugar discreto, só eu a vejo. Sempre gostei de olhar para ela.Quando eu o fazia, voltava a minha mente meus sonhos de adolescente, a ilusão de que o mundo tinha conserto e que valia a pena lutar por ele. Ainda.Mesmo agora,com os meus olhos de sombra, toldados pelo fim da ética e da moralidade em nosso país,eu buscava meu consolo em Che.  Mas  a Revista Veja, com sua reportagem de capa, quer acabar com isso. Não acho justo. Ela podia ter guardado esses fatos para revelar quando todos nós, os órfãos do Che, já tivéssemos morrido.Por que eu haveria de querer saber que ele não tomava banho e tinha cheiro de rim fervido? Eu nem sei como é esse cheiro e nem pretendo saber, mas agora quando entro no meu quarto tampo o nariz de minha imaginação para não sentir esse cheiro de pesadelo.A revista prova, citando fontes, que tudo que afirma é verdadeiro. Eu acredito nela, embora nesta mesma edição, Stephen Kenitz nos aconselhe a ter cuidado com o que ouvimos. Ou lemos. Veja deveria ter mais cuidado com o que escreve. O homem está morto e ela se propõe a matar a lenda, o mito. O homem pode ter feito muito mal em sua vida, mas o mito que a própria imprensa criou não fazia mal a ninguém. Pelo menos não a mim. Quando eu via sua foto na minha estante eu ficava tocada pela ternura ao imaginar um homem bonito, tendo um brilhante futuro como médico, abandonar tudo por amor a humanidade. E agora descubro que além de porco era sanguinário, autoritário e cheio de vontades!Ele matou quase cinquenta pessoas!Era um serial killer e se considerava um herói!Eu estou assombrada.Comecei a fazer uma lista com as qualidades que Veja lhe imputa: sem talento, imprudente, porco,irascível,irresponsável,fracassado,maníaco assassino,violento, desprezíve, cruel, frio, narcisista...desisti. E agora estou com uma dúvida cruel: jogo a Veja na lata de lixo ou jogo meu imã? De qualquer forma, heróis nunca mais. Só estou pensando o que vou fazer com meu biquini a la Gisele Bündchen... Acho também que vou desistir da viagem que ia fazer aos EUA para participar do leilão de uma mecha de seus cabelos...
Maria Olimpia Alves de Melo
Enviado por Maria Olimpia Alves de Melo em 03/10/2007
Código do texto: T679590

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para http://marilim.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Olimpia Alves de Melo
Lavras - Minas Gerais - Brasil
1107 textos (325203 leituras)
1 e-livros (258 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/12/17 03:36)
Maria Olimpia Alves de Melo