Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
LÁ NO POLO NORTE
Publicado por: José Romeu
Data: 06/12/2011
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
TEXTO: JOSÉ ROMEU
LOCUÇÃO: ULYSSES GALLETTI
AUDIO ELABORADO POR ULYSSES GALLETTI PARA O SEU PROGRAMA SEMANAL DA RÁDIO LEGAL.


Texto

LÁ NO POLO NORTE(COM ÁUDIO)

LÁ NO POLO NORTE

Bem lá no Pólo Norte tem uma casa, um galpão, uma oficina e um estábulo.
Oficina para reparos e construções de sonhos.
Galpão para estoque.
Estábulo para Renas.
Lá no Pólo Norte, nessa época, cartas chegam de todas as partes.
O morador dessa casa lê, cadastra, separa os pedidos, confecciona-os na oficina e coloca-os no galpão.
A maioria dos moradores dessa cidade trabalha nessa oficina, o ano todo.
Nesse mês de Dezembro o período é integral.
Cartas de todos os tipos.
Alguns desses sonhos já estão em estoque.
Outros têm que ser preparados.
Os anos vão mudando os pedidos.
Há tempos, se pedia lps, máquinas de escrever, bicicletas, carrinhos de rolimã.
Hoje, cds, notebooks, motos, carrinhos de controle remoto.
Há tempos se pedia, agendas, canetas, lápis de cor, giz, quadro negro.
Hoje se pede, tablets, pendrive, ipod
Os funcionários todos os anos passam por cursos de reciclagem e aperfeiçoamento, para atender o mercado que vai se modificando.
Na oficina, o único departamento que não se recicla é o do amor e da amizade.
Os funcionários não conseguem fazer amor diferente, amizade diferente.
Não conseguem. A matéria prima não deixa.
Mas é um departamento que está ultimamente com cada vez menos funcionários.
Os pedidos têm diminuído, anos após anos.
O morador da casa, um senhor inteligentíssimo, não consegue entender essa ilógica.
A população aumenta e os pedidos dessa mercadoria, diminuem.
E ele tem pedido cada vez menos essa matéria prima para o seu amigo lá de cima.
A casa, a oficina, o galpão e as Renas não entendem.
O morador e o seu amigo lá de cima, na ânsia de aumentar os pedidos, pensaram em uma promoção em massa:
Peça nesse Natal, amor e amizade.
É totalmente de graça...
Peça quanto quiser e distribua de graça, também.
Você que dá e quem recebe, vão ver o quanto isso faz bem!

José Romeu
Enviado por José Romeu em 04/12/2011
Reeditado em 06/12/2011
Código do texto: T3372128


Comentários

Sobre o autor
José Romeu
São Paulo - São Paulo - Brasil, 74 anos
1563 textos (86751 leituras)
36 áudios (6631 audições)
2 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 13/05/21 16:56)
José Romeu
Rádio Poética