Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
Racionalidade
Publicado por: Alexsandro Menegueli Ferreira
Data: 07/03/2018
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
TEXTO: Racionalidade
AUTOR: Alexsandro Menegueli
NARRADOR: Alexsandro Menegueli

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

Racionalidade

Corro, canto, sorrio, me aborreço. Os minutos transcorrem, me esqueço. Sou vento rebelde que estraçalha os vidros da comunidade. Sou brisa calma de outono em uma bela tarde. Converso sobre o tempo, a vida, literatura... Emito certas opiniões, discordo com convicção, embasado em cruas razões. Respiro, olho para um determinado ponto, e penso. Divago nesses pensamentos com total liberdade, e desenho uma rota óbvia à minha frente. Vivo pra obter o máximo de conhecimento possível. Deito sobre as folhas dispersas pelo chão, viro as páginas e de repente: amanheço num recanto inteligível! Não tenho temor em minhas entranhas. Ando desenvolto nessa vida racional, que se descobre inteira para mim. Triste em boa parte, feliz em outra porção similar. Assim é como deve ser. Sem projeções futuras nas estradas absurdas da imaginação humana! Trabalho, descanso, me divirto, recebo o ordenado do mês. Suor abundante em prol da família. Nada aos abutres engravatados! Nada aos covardes, que desnudam a alma das pessoas com palavras engenhosas. Vejo multidões despejando o seu ouro sem qualquer tipo de contestação. Em contrapartida, há os que realmente precisam desesperadamente dessa cega compaixão! Mestres do discurso desfilam pelo assoalho com sorrisos falsos nos lábios, num bom-humor afinadíssimo. Armadilhas invisíveis embutidas em contextos sensíveis. Verdade milenar imersa num oceano de mentira! A noite se foi, e ainda continuamos vivos, mesmo que avesso a toda essa suposta necessidade. Formam-se ideias a cada milésimo de segundo. Seguimos à risca por todo o percurso, e, em muitas vezes: observamos que houve certo equívoco, e retornamos para outro ponto de partida. Simples, natural, sem qualquer tipo de orgulho. Nada está certo, e nada é imutável.

Alexsandro Menegueli Ferreira- 08 de fevereiro de 2014
Alexsandro Menegueli Ferreira
Enviado por Alexsandro Menegueli Ferreira em 08/02/2014
Reeditado em 07/03/2018
Código do texto: T4683645
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.

Comentários

Sobre o autor
Alexsandro Menegueli Ferreira
Guarapari - Espírito Santo - Brasil
174 textos (5418 leituras)
6 áudios (139 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/05/18 06:20)
Alexsandro Menegueli Ferreira
Rádio Poética