Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
O veneno na lata
Publicado por: Rosangela Aliberti
Data: 07/12/2007
Créditos:
na voz da autora

Texto

O Veneno na Lata

As nuvens dos homens de Malboro podem produzir efeitos de um sonho nos desertos... na aventura em se embrenhar em um mundo até então desconhecido, me recordo das propagandas dos cigarros Hollywood dos tempos atrás em que pára-quedistas eram responsáveis pelas “aventuras” dos amantes dos esportes radicais...
ao som de muito rock. Nada contra o rock... às vezes um som pesado até ajuda a derrubar determinados cegos conceitos.

Um bom nadador chega do outro lado da piscina como vencedor com o peito cheio de nicotina?

O paradoxo: Hoje, em dia se faz necessária a cri_ação de rabos das baleias que criem asas em um mundo ainda de pensamento tão anti-eco_lógico, tamanha é a sutileza daqueles que pensam que podem se tornar feras com goles de álcool... a última propaganda que vi no ano de 2007, da Smirnoff (cá entre nós in off, termina com uma garrafa fincada na areia do oceano, como se o conteúdo do interior do vidro fosse mágico, só falta sair alguma Jennie é um gênio de dentro, dizendo: - Sim Amo, vou satisfazer todos seus desejos por mais insólitos que sejam em troca vou querer uma lipoaspiração, e a possibilidade de refazer meus fartos seios com silicone de primeira... após cada última aplicação).

E um peixinho estonteado ao redor... colabora com o efeito do girar em círculos nos valores invertidos (“aplaudidos em massa”). O que adianta a beleza e a sedução quando mal aplicadas?!

Para quem não sabe o que é beber com moderação é um verdadeiro estímulo!

Explico, o óbvio, adoro esmiuçar “coisas”: A idéia de latas, estátuas, navios, barcos fantasmas voando para fora do mar é excelente, seria ESPLÊNDIDA se associada a algum tratamento para que as águas poluídas se tornassem mais límpidas e tranquilas. Será que as pessoas querem entrar em contato com a realidade?

É, enquanto isto a lata d`água na cabeça da Maria não tem tanto IBOPE ...só clicando no semi-árido amenizaria dor de averiguar determinados retrocessos?  Os belos comerciais são vedados na hora de pico das novelas, no “FANTÁSTICO” mundo dos Big Brothers entretanto entram nas janelas virtuais como se fosse uma enorme onda a invadir as casas quando será que as pessoas cairão na real...? http://www.cliquesemiarido.org.br

Por quanto tempo peixes e seres humanos sobreviverão dopados...?

Os camaradas que inventaram o marujo dos anos modernos no comercial, talvez "tenham esquecido" que o personagem ao jogar a latinha no oceano, antes  bebeu  "o veneno" que foi parar no fundo de um organismo, somos um conglomerado de células que tem um fígado... um coração...

Parabéns, por tal criação... tintim?! Beba com moderação, quem já perdeu amigos com cirrose sabe que o  ideal é saber cuspir as impurezas.


Rosangela_Aliberti
São Paulo, 01.XII.07
Foto Alberto Patrian

 

Rosangela Aliberti
Enviado por Rosangela Aliberti em 01/12/2007
Reeditado em 13/03/2009
Código do texto: T760170

Comentários

Sobre a autora
Rosangela Aliberti
Atibaia - São Paulo - Brasil
360 textos (1802334 leituras)
33 áudios (64754 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 00:52)
Rosangela Aliberti

Site do Escritor
Rádio Poética