Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
QUEIMAR (Poesia cantada)
Publicado por: Jota Kameral
Data: 05/11/2016
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
Autor: Jota Kameral
Título: QUEIMAR - Escrita em 29/08/1978 para ser apresentada em um recital de rua(poesia falada)
Este sol que queima o meu rosto
Este sol que queima o meu rosto
É o mesmo que estorrica esta terra
Que desolada precisa viver.
São os versos de um poeta louco
Que escreve sem cessar
É um povo sem consolo
Que caminha sem parar.
O infinito é seu constante
O sofrimento é incessante
O suor é abundante
Que escorre sem tragar
São as rimas de um poeta louco
Que inspira este queimar.


Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Jota Kameral
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
374 textos (156046 leituras)
33 áudios (2279 audições)
23 e-livros (1196 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/05/21 06:07)
Jota Kameral
Rádio Poética