Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
ANTIDIÁRIOS DE JUNHO XXVII
Publicado por: Marlos Degani
Data: 27/06/2020
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
TÍTULO DO POEMA: ANTIDIÁRIOS DE JUNHO XXVII
AUTORIA E INTERPRETAÇÃO: MARLOS DEGANI


Texto

ANTIDIÁRIOS DE JUNHO XXVII

Depois de você o motim das horas destruiu o sistema.
Nada importa: a única coisa que está é a tua ausência,

que mesmo sobre uma alta dissidência ainda alimenta
esta febre fria e que, intensa, delira por entre o silêncio

da cabeceira toda vazia e de todo o vazio de um poema.
Fecho os olhos e as pálpebras são claras telas de cinema

da tua película em p&b que exibe somente uma sequência:
a de duas estátuas de sal na beira do mar da noite sedenta.

Em você me enxaguei. Me centrifuguei. E na tua algema
invisível de líquidos eu me condenei sob a tua sentença...

Depois de você eu me debati em preces perto da ampulheta;
o tempo longe de você é asfixiante. É uma dor de urgências.
Marlos Degani
Enviado por Marlos Degani em 27/06/2020
Código do texto: T6989325
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Marlos Degani
Nova Iguaçu - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
246 textos (1163 leituras)
78 áudios (577 audições)
1 e-livros (12 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/07/20 06:39)
Marlos Degani
Rádio Poética