Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
ETA SAUDADE QUE DÓI
Publicado por: Socrates Di Lima
Data: 09/01/2018
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
(Socrates Di Lima)

Musica
O coisinha tao bonitinha do pai
Beth Carvalho

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

(Sócrates Di Lima)

Ah! Como dói esta saudade,
Como um punhal cravado no peito,
sangra e vaza em quantidade,
Que os olhos derramam sem jeito.

Ah! Como é longa a distância,
Que os céus nos separa,
O mar é nau sem tolerância,
Que nossos corações separa.

Ah! Minha neguinha flor,
Jambo que o Sol queima,
Tão, tão intenso é o meu amor,
Qual  cruel a saudade teima.

E lá em outras terras do mundo,
Distante das terras daqui...
Filha, há um dolorir profundo,
Nesta saudade aqui.

O tempo passa impiedoso,
como um vento sem norte,
Que deixa o olhar lacrimejoso,
Olhar longinquo e sem porte.

Conheço lhe a alma desde o nascimento,
E lhe tenho amor profundo,
Mulher de fibra, guerreira, irreverente,
Sabe viver em qualquer lugar do mundo.

Ah! Minha pretinha....
Esta saudade que dói, embora não vai...
Mesmo nesta nossa distância, neguinha,
Sempre será  a coisinha Tão bonitinha do pai.



 
 
 
 
Socrates Di Lima
Enviado por Socrates Di Lima em 09/01/2018
Reeditado em 09/01/2018
Código do texto: T6221664
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Socrates Di Lima
Jardinópolis - São Paulo - Brasil
7706 textos (578090 leituras)
203 áudios (7431 audições)
1 e-livros (58 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/07/18 12:54)
Socrates Di Lima
Rádio Poética