Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Áudio
Louco Desejo Interações Mestre Jacó Filho
Publicado por: Judd Marriott Mendes
Data: 16/06/2018
Classificação de conteúdo: seguro
Créditos:
Jacó Filho

Visite a autor no Recanto das Letras.
https://www.recantodasletras.com.br/poesias/6365712

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Texto

LOUCO DESEJO & + interações com o mestre Judd Marriott Mendes

     LOUCO DESEJO

Do ímpeto ao pecado,
Vi brotando nosso amor,
O desejo de mim, senhor
Desenhou o céu na hora...
Sublimando as dúvidas,
Com os beijos que te dou,
Uma loucura que devora,
Quer sentir a intimidade
Que nunca antes rolou...

O coração tresloucado,
Sente a tormenta feliz,
Bloquear qualquer razão,
Ante as emoções sentidas,
Ao revelar sem pudores,
Suas emoções escondidas,
Tornando o amor tão claro,
Quanto a loucura nos diz...

Vivê-la de modo prático,
Uma magia, que foi sonho,
Torna o desejo fantástico,
Transmutando o ambiente,
Onde os beijos são jasmins,
Desabrochando os latentes
Afagos do amor sem fim,
Numa entrega intermitente...

Revalidando tais sentires,
Dizem sim, nossos olhares...
Pondo no beijo, os pilares,
Pra ter do céu, permitires...
E com essa divina vertente,
Nascida de um amor carnal,
Levamos ao leito conjugal,
Seus efeitos transcendentes.

           (Reedição)
 
                 Para o texto:
Me jogo no teu corpo (T6299473)
 
.............................................................

    PELAS JANELAS DO TEMPO

Olhamos as estrelas, enquanto o tempo voa,
Negando sermos parte e que portamos a luz.
O filho do altíssimo, que pregamos na Cruz,
Confirma que não sabíamos, e ainda perdoa...

Tamanho sacrifício, que pode ter sido à toa,
Se negarmos o exemplo, que ao Pai conduz.
Olhamos as estrelas, enquanto o tempo voa,
Negando sermos parte e que portamos a luz.

Distraídos com a matéria que a todos, seduz,
Cegamo-nos ao bem e o belo, e isso atordoa,
Se tudo o que queremos, é ter uma vida boa...
Confirmando o egoísmo que tudo isso traduz,
Olhamos as estrelas, enquanto o tempo voa.

                             (Reedição)
 
                    Para o texto:
Coisas quase pequeninhas (T6364848)
 
.....................................................................................

                 TEMPOS IDOS

Saudades que voltam como redemoinhos,
Vindas de tempos idos que são preciosos.
Elas nem percebem, que já somos idosos,
E a memória apaga a marca dos espinhos.

Envolvem-nos no sonho que na juventude,
Deu-nos tantas forças pra chegarmos aqui.
Renascem com o Sol que nos fazem sorrir,
Revivendo lembranças da nossa plenitude.

Agradeço por tê-las, nos sonhos repetidos,
Mudando desilusões promovidas no saber,
Que regem meus passos, e ajudam a viver.

Dos tempos reciclados, um poeta atrevido,
Garimpa os diamantes, que o faz escrever,
Eternizando em versos, o melhor do saber...

                       (Reedição)
 
                   Para o texto:
 Irremediável Amanha (T6355003)
 
..........................................................................

          A LUA DE QUEM AMA

A lua fez-se unida ao amor verdadeiro.
Elegante e discreta, pra evitar intrigas,
Assiste tudo calada, inda assim instiga,
Mostrando-se nua ao banhar o terreiro.

Abram suas janelas, e vistam toda luz,
Que zela quem ama e guarda no sentir,
A essência da vida e a razão do existir.
Envolvido em ouro o amor que traduz.

Não é por acaso, que da vida o melhor,
Tem da lua lealdades, que nos promete,
Incentivos amorosos e jogando confete.

Declama poemas pra emoção ser maior,
A quem faz tudo, que ao amor compete.
A lua pra quem ama, é um anjo celeste.

                 (Reedição)
 
                   Para o texto:
 Raios Iluminados da Lua (T6319215)
 
...................................................................

   Que a luta seja dura,
             E valorize a vitória...
Deus nos dá a estrutura,
  Pra alcançarmos a glória...
 
          Para o texto:
 O momento de refúgio (T6339218)
 
..................................................................

Sou quem, por afinidades,
          Nossos versos nos reúne...
         Além de usos e costumes,
Que versam a realidade...
 
           Para o texto:
 Procure a razão do brilho das estrelas (T6340479)
 
..............................................................

            Na nova Jerusalém,
Será a minha morada.
Estou firme na estrada,
          E com Deis irei além...
 
          Para o texto:
 Jerusalém - Mestre Fábio Caldeira (T6344879)
 
.................................................................

Todas presentes divinos,
               Pra nos fazerem felizes.
São elas que tocam sinos,
         Sem ter que ir as matrizes...
 
                Para o texto:
 Minhas Cinco Mulheres (T6362349)
      De: Judd Marriott Mendes
Jacó Filho
Enviado por Jacó Filho em 16/06/2018
Código do texto: T6365712
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Comentários

Sobre o autor
Judd Marriott Mendes
São Paulo - São Paulo - Brasil
2884 textos (93516 leituras)
831 áudios (22419 audições)
198 e-livros (11354 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/07/18 01:24)
Judd Marriott Mendes

Site do Escritor
Rádio Poética