Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
 
Odelair Rodrigues
Odelair%2BRodrigues.jpg
ODELAIR RODRIGUES
(67 anos)
Atriz
* Curitiba, PR (14/07/1935)
+ Curitiba, PR (01/07/2003)
 
A atriz Odelair Rodrigues veio de uma família de quatro irmãos. Desde cedo, manifestou sua vocação para a arte, ao ser selecionada pela professora de recreação do Grupo Escolar Xavier da Silva para interpretar "Quem Quiser Vatapá", de Dorival Caymmi.
 
A estréia nos palcos aconteceu em 1952, pelo Corpo Cênico do Colégio Estadual do Paraná. No mesmo ano, Odelair Rodrigues interpretou Balbina na peça "Sinhá Moça Chorou", a convite do ator Ary Fontoura, com quem estabeleceu uma sólida parceria artística.
 
Nas décadas de 70 e 80, Odelair Rodrigues trabalhou com os principais diretores de teatro paranaenses, como Maurício Távora, Eddy Franciosy, Antônio Carlos Kraide e Roberto Menguini.
 
Além de uma carreira consolidada no teatro, Odelair também atuou no cinema, nos filmes "Lance Maior", estréia do cineasta paranaense Silvio Back, e "Entardecer da Ilusões".
 
Na televisão, Odelair Rodrigues fez programas humorísticos com Ary Fontoura e as novelas "Escrava Isaura", "Estranha Melodia", "Vida Roubada", além de um dos grandes sucessos da televisão brasileira, "O Direito de Nascer".
 
Ao longo de sua vida, teve seu talento reconhecido através de vários prêmios de melhor atriz, recebidos em 1956,1977 e 1979. Também foi agraciada com o Bicho do Paraná em 1990 e Curumins, do Canal 6.
 
Nos anos 90, Odelai Rodrigues participou das peças "O Palácio dos Urubus", com direção de Lala Schneider, e "O Cerco da Lapa", com direção de Oraci Gemba, ao lado de Regina Vogue.
 
Com João Luiz Fiani e a Cia. Máscaras de Teatro atuou em "Oizintocáveis", de 1996, e "Frankenstein", de 1997.
 
Em 2001, Odelair participou em voz e vídeo do espetáculo "Bom Dia Dinossaura", de Enéas Lour.
 
Convidada por João Luiz Fiani, aceitou encenar o papel da ama em "Romeu e Julieta", comédia em homenagem aos 50 anos de vida artística da atriz.
 
No ano de 2002, estrelou a "farsa surrealista" "Um Unicórnio no Jardim", de Edson Bueno, e, pouco antes de sua morte, tinha sido convidada a integrar o elenco do filme "Cafundó", de Paulo Betti, que estava sendo rodado no Paraná.
 
Nos anos de grande sucesso da Rádio Paranaense, ela foi um dos nomes de maior sucesso no rádioteatro da Rádio Clube, ao lado de Ary Fontoura. Dirigida por Adherbal Stresser e Ronald Stresser, a TV Paraná a levou, junto com diversos profissionais de primeiro time e outros que ali iniciaram carreira.
 
Muitos nomes são ainda bastante conhecidos: Sinval Martins, Silvio Back, Juarez Machado, Alceu Honório, Maurício Tavora e outros. Osny Bermudes. Nas transmissões externas revelavam-se os talentos de Rafael Iatauro, Vinícius Coelho, Sylvio Ronald e Luiz Alfredo Malucelli.
 
Em 2002, quando completava 50 anos de carreira, foi homenageada pelo diretor de teatro Marco Zeni, junto com Luiz Brambilla e Altamar César, com a fundação do "Espaço Cultural Odelair Rodrigues".
 
Odelair Rodrigues morreu, aos 67 anos, vítima de uma Parada Cardiorrespiratória. A atriz sofria de Asma e Bronquite Crônica. O seu corpo foi sepultado no Cemitério da Água Verde, em Curitiba.
 
Fonte: Dramaturgia Brasileira - In Memoriam - WIKIPEDIA
Enviado por billy brasil em 10/03/2015
Código do texto: T5164549
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
billy brasil
Canavieiras - Bahia - Brasil
3435 textos (346920 leituras)
36 áudios (780 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/12/18 19:40)
billy brasil